Alunos de Engenharia de Controle e AutomaA�A?o apresentam novos projetos

alunos-luzerna3Estimular o empreendedorismo atravA�s da tecnologia A� um dos objetivos do Instituto Federal Catarinense (IFC). Na sexta-feira (3), o CA?mpus Luzerna apresentou novas ideias desenvolvidas por alunos de Engenharia de Controle e AutomaA�A?o. Os projetos foram coordenados pelo professor Ernande Rodrigues, dentro da disciplina de Microcontroladores.

Entre as cinco propostas exibidas, estA? a de um robA? explorador, capaz de ser controlado remotamente atA� uma distA?ncia de 200 metros. Desenvolvido pelos acadA?micos Gilberto JosA� Bufon, Daniela Dildey, Isabela Dalla Costa e Luana Holetz, a mA?quina pode a�?andara�? por lugares onde o ser humano encontraria dificuldades, nos mais diferentes ramos da indA?stria. O robA? pode transportar objetos, fazer inspeA�A�es em lugares de acesso restrito, entre outras utilidades.

Outro trabalho apresentado A� o controle de posicionamento de cA?mera. AtravA�s de um smartphone com sistema Android, o usuA?rio pode regular o foco de um equipamento de seguranA�a mesmo estando longe. Imagine que vocA? vai sair de fA�rias para outro paA�s e deseja ficar atento ao monitoramento da sua casa. O controlador desenvolvido pelos alunos Davi Cenci, Lucas Rubian Schatz, Lucas Schaly e LuA�s Humberto Ferronato faz exatamente isso.

O protA?tipo de um diciclo autoequilibrante, tambA�m feito nas aulas do IFC, dialoga com robA?s humanoides a�� como aquele do inA�cio deste texto. AtravA�s de uma estrutura apoiada em duas rodas, A� possA�vel manter o equilA�brio dos robA?s, de forma que eles nA?o caiam a�� independente da estabilidade de sua posiA�A?o. O trabalho A� de Lucas Haupt, Lucas Mott, Carlos E. Sulimann e Noemi Ramalho.

Outro projeto faz leituras precisas de distA?ncias entre objetos, com a utilizaA�A?o de um hardware composto por um sensor ultrassom, um display de cristal lA�quido e um microcontrolador. Trata-se de um processo semelhante aos radares medidores de velocidade dos veA�culos. Foi feito pelos futuros engenheiros Hikari Okatani, MA?rio S. e Muana Biava.

JA? o trabalho de Willian Rohrig, Gabriel Donati e Matheus Lacerda consiste em uma fonte de alimentaA�A?o microcontrolada, que faz o ajuste de tensA?o e corrente. Este projeto pode ser utilizado nos mais variados tipos de alimentaA�A?o de equipamentos eletrA?nicos para testes em laboratA?rio.

De acordo com o professor Ernande Rodrigues, todos os trabalhos apresentados possuem um eixo comum: os microcontroladores. a�?SA?o dispositivos eletrA?nicos que contA?m um processador, memA?rias, perifA�ricos de entrada e saA�da, e podem ser programados para uma infinidade de aplicaA�A�esa�?, explica o docente. a�?Os microcontroladores estA?o presentes na maioria dos equipamentos utilizados, como sistemas de aquisiA�A?o de dados, sistemas de supervisA?o, sistemas de automaA�A?o e controle industriais, entre outros. O estudo desses dispositivos permite ao aluno desenvolver qualquer tipo de projeto, sendo uma alternativa de baixo custo para a automaA�A?o e controle de processosa�?, diz Ernande.

O curso deA�Engenharia de Controle e AutomaA�A?oA�foi o primeiro bacharelado ofertado pelo IFC Luzerna e jA? A�A�reconhecido pelo MEC com o conceito 4A�dentro de uma escala de 1 a 5. O cA?mpus oferece tambA�m a formaA�A?o em buying essays online, purchase dapoxetine. A�Engenharia MecA?nica. Por ser uma instituiA�A?o federal, todos os cursos do IFC sA?o gratuitos a�� incluindo os Cursos TA�cnicos Subsequentes e o Ensino MA�dio Integrado.

* Texto e imagens: CECOM/Luzerna.

Deixe uma resposta