Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Alunos de Videira representarão SC na Olimpíada Nacional de História do Brasil

FINALISTAS ONHBOs alunos do IFC Câmpus Videira estão, literalmente, fazendo história. Em Santa Catarina, das nove equipes convocadas pela comissão organizadora da 5ª Olimpíada Nacional de História do Brasil (ONHB), sete são de Videira. Dos 27 alunos do estado que conseguiram se classificar para a fase final desta competição, 21 estudam no IFC Videira, o que significa que quase 80% da representação na ONHB será feita por Videira.

Em Santa Catarina, 170 equipes competiram, mas apenas nove se classificaram para a final.

Em todo o Brasil foram cerca de 10 mil equipes inscritas. Vitoriosos, os estudantes estão de malas prontas para embarcar para Campinas, onde participarão da fase presencial (final) nos dias 19 e 20 de outubro, na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Em São Paulo os videirenses disputarão a final com outras 300 equipes de todo o Brasil. Apesar da ansiedade, os alunos estão otimistas. “Estou tranquilo porque acredito que temos condições de obter uma boa colocação. Terá premiação para as 30 melhores equipes e acho que podemos estar entre elas”, comenta Michel F. Moraes Mesalira, um dos selecionados.

Já o aluno Douglas Bender Stopassola fala da expectativa da viagem. “Estou ansioso para conhecer a Unicamp, que é uma grande universidade”, diz o aluno comentando sobre a importância dos professores em todo o processo. “A iniciativa foi toda deles, as oficinas aos sábados foram decisivas para compreendermos a lógica das provas e para nos prepararmos de verdade. Se não fosse isso provavelmente não teríamos tido este resultado”.

Ao serem questionados sobre qual o sentimento do momento eles são categóricos. “Estamos nos sentindo vitoriosos e orgulhosos por ter passado”, comemoram.

O excelente resultado não tem fórmulas mágicas. A equação do sucesso é simples: estudo e mais estudo. Desde junho os professores de História do IFC Adriano Moraes Lima e Cristiane Fontana Grümm realizam oficinas semanais como atividades preparativas para a ONHB.

“O que mais impressionou foi o envolvimento e a dedicação incondicionais dos alunos. A satisfação por ter participado da Olimpíada está estampada nos sorrisos de cada um deles, que não cabem em si de tanta alegria. Apesar do cansaço, eles parecem ter aproveitado tanto esta experiência que já me perguntam se vamos continuar com as ‘oficinas de história’ depois que a Olimpíada terminar”, comenta o professor Adriano Lima.

Para o professor, o comprometimento, estudo e esforço de todos os envolvidos trará benefícios futuros, representando um marco na vida de alunos e professores. “A sensação de conseguir implementar propostas e princípios educacionais formulados por intelectuais de renome no ensino de História é impagável. Os alunos, assim como nós professores, desenvolveram habilidades e comportamentos que irão acompanhá-los de maneira indelével, especialmente na etapa seguinte de suas formações”, reflete o historiador.

Os professores envolvidos ressaltam a participação de todos, agradecendo aos 96 alunos que integraram as 27 equipes do IFC Videira. “Foram sete finalistas, mas queremos muito parabenizar todos que participaram, estamos muito felizes pelo empenho e dedicação dos nossos estudantes que sacrificaram horas de descanso pelo estudo da História”, complementa a professora Cristiane Fontana Grümm.

 

Conheça todas as fases e saiba mais sobre a ONHB em Olimpíada de História.

*Texto e foto: CECOM/Videira.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na quarta-feira, 9 de outubro de 2013, às 17:48 por Nicole Trevisol.

Últimas notícias: