Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Aula Inaugural reúne acadêmicos e profissionais da Educação em Blumenau

palestra-blumenau3Adriana Lowcke Vargas Schultz, 37 anos, é caloura do curso de Licenciatura em Pedagogia. Seu sonho é dar aula para os alunos dos anos iniciais, principalmente focada na forma lúdica de ensinar. Já Soely de Fátima Oliveira Bonin trabalha há 23 anos com Educação. Professora de Educação Física, mestre em Psicopedagogia, ela viu na pós-graduação um caminho para conseguir interligar a alfabetização a sua disciplina.

Apesar de estarem em graus acadêmicos distintos, os objetivos de ambas alunas convergem para o mesmo fim: educar com qualidade. E foi neste ambiente de integração que ocorreu a aula inaugural dos primeiros cursos de pós-graduação oferecidos pelo IFC Campus Blumenau: Educação com ênfase em Alfabetização e Educação em ênfase na Pequena Infância; que uniu também os acadêmicos do curso de Licenciatura em Pedagogia. O evento ocorreu na noite de sexta-feira (3), no Auditório da Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (AMMVI), e reuniu cerca de 200 pessoas, entre alunos, servidores e a representante da Secretaria da Educação de Blumenau, Irene Debarba.

A palestrante Leda Scheibe, da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc), abordou o tema A Questão da Formação Docente. Segundo ela, a ideia da aula inaugural foi levantar questões provocativas que possam estar presentes nas discussões dos estudantes durante o semestre. “Acentuei a questão das políticas educacionais e das políticas de formação de professores porque acho que a profissão do professor é muito importante, mas atualmente desvalorizada social economicamente no Brasil. Precisamos trazer isso para os estudantes, para que eles lembrem que precisam lutar pela escola pública, pela justiça social e pelo conhecimento para todos”, resumiu Leda.

“Hoje damos mais um passo rumo à verticalização, ao oferecer cursos que vão do ensino médio à pós-graduação. E, ao implantar dois cursos de pós-graduação na área de Educação em um campus tão jovem como o de Blumenau, reforçamos a importância do instituto não apenas para a cidade, mas para toda a região do Vale do Itajaí”, afirmou a diretora-geral, Marilane Maria Wolff Paim.

O pró-reitor de pesquisa, pós-graduação e inovação, Cladecir Schenkel, contou como ocorreu a construção da proposta de formação continuada. “Nosso ponto de partida, pensando na verticalização da formação de professores, ou seja, nas nossas licenciaturas, foi trabalhar da graduação para cima. Então, surgiu a proposta, envolvendo nove eixos distintos – como por exemplo, educação e sustentabilidade, gestão de educação, tecnologias e educação – além desses dois que estão sendo oferecidos pelo campus Blumenau”, relatou Schenkel, que adiantou: “há ainda estudos para uma possível continuidade, que pode resultar em uma proposta de curso de mestrado”.

A coordenadora dos cursos de pós-graduação, Bernadete Machado Serpe, deu boas-vindas aos calouros e veteranos. “Esperamos que os levantamentos feitas pela professora Leda sirvam para nossas reflexões durante o ano letivo, e que essas provocações possam ir ao encontro da formação que almejamos para vocês”.

Compositor Antônio da Silva abriu o evento ao som de “Vida”

Antes de iniciar a aula inaugural, os convidados tiveram a oportunidade de apreciar a exposição Música em Cores, do artista plástico, compositor e intérprete Antônio da Silva. O artista deu início ao evento tocando violão e cantando músicas de sua autoria, como Vida e Bailarina. A exposição envolve música e artes visuais, numa proposta visual, auditiva e táctil.

*Texto e fotos: Cecom/Blumenau.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na quinta-feira, 16 de março de 2017, às 20:22 pela Coordenação-Geral de Comunicação (Cecom).

Últimas notícias: