CofradA�a Latinoamericana traz poesia e arte para o Campus SBS

O Instituto Federal Catarinense a�� Campus writing assignments, dapoxetine online. SA?o Bento do Sul conta com uma nova aA�A?o para se aproximar da poesia e da arte: CofradA�a Latinoamericana, um projeto de ExtensA?o que teve a sua estreia no dia 31 de maio de 2017, data em que o campus completa um ano.A�O projeto pretende estimular a comunidade acadA?mica ao ativismo cultural e, com isso, contribuir para o avanA�o e integraA�A?o da cultura aos espaA�os do IFC. Contemplando os mais variados suportes da arte. Da oralidade A� escrita, da performance A� cultura digital, da pintura ao grafite, do canto ao encanto das artes. Criando um espaA�o de engajamento e liberdade para o desenvolvimento do senso crA�tico e apreciaA�A?o das diversas expressA�es artA�sticas. Assumindo, dessa forma, a responsabilidade de firmar-se como um efetivo polo cultural.

confraria1

Um dos referenciais para o projeto A� a ideia, do cientista polA�tico Eliezer Pacheco, de a�?derrubar as barreiras entre o ensino tA�cnico e o cientA�fico, articulando trabalho, ciA?ncia e cultura na perspectiva da emancipaA�A?o humanaa�?, em razA?o deA�ser este a�?um dos objetivos basilares dos Institutos Federaisa�?. Com essa meta, a CofradA�a Latinoamericana anseia fortalecer essa trA�ade de forma a proporcionar lugar para o desenvolvimento humano e cultural. E, assim, construir um espaA�o interdisciplinar em que nA?o apenas a comunidade acadA?mica, mas tambA�mA�a comunidade de SA?o Bento do Sul, possam se beneficiar dessas relaA�A�es e, assim, propiciar um espaA�o de pesquisa para os docentes envolvidos.

Para abrir os trabalhos da CofradA�a, a convidada foi a servidora do ColA�gio de AplicaA�A?o da UFSC, Arlyse Silva Ditter. Arlyse desenvolve um projeto semelhante no ColA�gio de AplicaA�A?o, e aceitou ser madrinha do projeto do IFC, no qualA�serA?o trabalhados essencialmente autores e artistas latinoamericanos.A�O evento inaugural foi uma Sobremesa LiterA?ria – Pablo Neruda: Saudade e PaixA?o. Os estudantes puderam apreciar poemas lA�ricos e polA�ticos do poeta chileno, com a mA?sica de Victor Jara, artista chileno que foi perseguido, torturado e morto na ditadura de Pinochet. O poema que encerrou a Sobremesa foi AlmerA�a, texto em que Neruda dedica um prato de sangue A�s refeiA�A�es de todos os responsA?veis pela guerra civil na Espanha, ocorrida no sA�culo XX. Houve entA?o uma parA?frase com o momento polA�tico que o Brasil atravessa: a cidade andaluza de AlmerA�a tornou-se Brasil, e os pratos de sangue foram ofertados aos corruptos do governo federal.

A parceria entre os projetos nA?o se limita a essa inauguraA�A?o: nos prA?ximos dois anos, professores do IFC e da UFSC realizarA?o intercA?mbio teA?rico, solidificando estudos sobre metodologias do Letramento, e atuarA?o na elaboraA�A?o e participaA�A?o nos eventos de ambas Confrarias.

 

*Texto: Cecom/SBS, com informaA�A�es de Confraria LiterA?ria.

**Foto: DivulgaA�A?o/Maria de NasarA� Moraes de Oliveira.

Deixe uma resposta