Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Do Ensino Básico ao Superior: formandos optam por continuar os estudos no IFC

formandos_2

Eles encerraram o ensino médio no IFC – Campus Blumenau com o diploma de técnico em informática, mas almejam mais e entendem que a formação técnica pode ser complementada pelo Ensino Superior. Os alunos William Alberto Bertoldi, Maiara Bastos, Douglas Scardueli e Jeferson Hillebrecht são exemplos de que a verticalização no Instituto Federal Catarinense (IFC) é uma realidade. Os jovens fizeram a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pensando nos cursos superiores ofertados pelo mesmo campus em que cursaram o Ensino Básico. William, Douglas e Jeferson pretendem cursar Análise e Desenvolvimento de Sistemas, e Maiara, Licenciatura em Pedagogia.

“Decidi continuar os estudos no IFC porque a instituição oferece educação gratuita e de qualidade, de fácil acessibilidade. Tenho conhecimento sobre como é o instituto, assim como conheço os cursos e professores”, afirma William, que também é estagiário no campus. Maiara concorda com o colega e acrescenta: “também levei em conta o reconhecimento que o IFC terá daqui alguns anos.”.

Promover a integração e a verticalização da Educação Básica à Educação Profissional e Educação Superior, otimizando a infraestrutura física, os quadros de pessoal e os recursos de gestão, são algumas das finalidades dos Institutos Federais (IFs). Nessa concepção, os docentes podem atuar em diferentes níveis com os alunos, do curso técnico ao doutorado, compartilhando espaços pedagógicos e laboratórios.

Segundo o diretor-geral pro tempore, Paulo César Rodacki Gomes, um dos compromissos do IFC é com a verticalização. “É extremamente importante oportunizar aos estudantes o aprofundamento de seus estudos. Devemos, contudo, lembrar que a verticalização vai além da oferta de cursos em diferentes níveis de ensino, ela deve permitir o diálogo entre esses níveis. Quando temos, por exemplo, estudantes de ensino médio e de graduação trabalhando ao mesmo tempo, em um mesmo projeto, cada um contribuindo com seu conhecimento, com sua visão de mundo, temos, então, a verticalização no ensino”, frisou Gomes.

Este leque de possibilidades de escolarização só é possível quando se amplia a oferta de cursos. Atualmente, o Campus Blumenau oferece cursos de formação básica (nas áreas de Informática e, a partir de 2016, também de Eletromecânica, ambos integrados ao ensino médio); cursos técnicos subsequentes (Mecânica e Eletromecânica, para os que já possuem o ensino médio); e superiores (Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Licenciatura em Pedagogia).

O Campus Blumenau ainda não possui cursos de pós-graduação (lato e stricto sensu), mas outros campi do IFC já oferecem. Para conhecer estes cursos, clique AQUI.

*Texto e foto: CECOM/Blumenau.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na terça-feira, 16 de fevereiro de 2016, às 19:20 por Nicole Trevisol.

Últimas notícias: