Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

#EspecialSeurs: Oficinas realizadas em escolas e no IFC marcam o Seurs

clownO segundo dia do Seurs foi marcado pela realização de 15 oficinas, ministradas por diferentes instituições de ensino da região Sul. A maioria delas aconteceu em escolas de Camboriú, além de outras realizadas no próprio campus do IFC.

Oficina de clown no ambiente hospitalar: perspectiva do projeto de extensão médica da graça – Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Da Universidade Estadual de Maringá (UEM), a acadêmica de Psicologia Daniela Ravelli Cabrini ministrou uma oficina de clown no ambiente hospitalar, apresentando um pouco do projeto de extensão Médicos da Graça, desenvolvido pela universidade.

“O clown é uma performance artística que busca trazer o estado da criança para ser incorporado naquele que a faz”, explica Daniela. “É um estado de inocência, de se voltar para o ridículo, descobrir suas caricaturas e expressar isto de alguma forma.” De acordo com a acadêmica, o projeto Médicos da Graça acontece há cerca de 10 anos na UEM. “Ele não é vinculado ao curso de Psicologia, mas comecei a participar no ano passado. Oferecemos cursos de capacitação, intervenções em hospitais ou instituições sociais”, conta a futura psicóloga.

Daniela estuda o clown há quatro anos. Na oficina, apresentou um pouco do que sabe sobre o assunto. “Além de trabalhar com a parte artística, teatral e de expressão cultural, tem o lado da intervenção nas instituições. Ultimamente temos feito bastante no Hospital Universitário, porém, já fomos em escolas, asilos, etc.”

Esta é a primeira vez que a aluna da UEM participa do Seurs. “A ideia do projeto de extensão por si só já me encanta. O Seurs trouxe isto para mim: ver como a instituição pode se conectar com a comunidade externa e causar um impacto. Eu vejo muito sentido em, na área acadêmica, o aluno se relacionar com a comunidade. Está sendo muito gratificante participar do evento e ver que é possível isso acontecer”, diz.

Aluna do Técnico Integrado em Agropecuária do IFC Camboriú, Larissa Giovanna Miranda foi uma das participantes da oficina. “Não conhecia nada sobre o assunto da oficina, fiz minha matrícula justamente para aprender. Ela superou minhas expectativas, pois foi muito bem apresentada e elaborada”, elogia. “Gostei muito do evento como todo. É bem interessante quando a gente pode ter contato com trabalhos de outras instituições”.

Oficina “A construção de um mundo melhor é responsabilidade de todos nós” – Universidade do Vale do Itajaí (Univali)

A felicidade estampada no rostinho dos alunos da 4ª série da Escola Básica Municipal Professor Artur Sichmann, de Camboriú, transpareceu a emoção e alegria de participar da oficina: “A construção de um mundo melhor é responsabilidade de todos nós”, ministrada pela professora Vanderléia Martins Lohn, da Universidade do Vale do Itajaí (Univali). Com a utilização de palavras cruzadas, desenhos, vídeos e muita brincadeira, a oficina trouxe para os alunos a importância da sustentabilidade.

De acordo com a professora, de uma maneira lúdica, foram repassados os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU), que devem ser implementados por todos países até 2030.

“Temos o projeto desde 2009, e, neste ano, começamos a focar nas escolas, pois identificamos que a base da mudança para discussão da sustentabilidade está na educação”, destacou. Segundo Vanderléia, a oficina ministrada na escola foi a primeira oportunidade de contato com crianças na faixa etária entre nove e dez anos.

A aluna Giovana, de 9 anos, aprovou a oficina. “Achei muito legal, aprendemos hoje que não podemos jogar lixo na rua, no mar e nem poluir o planeta”, contou, com um sorriso no rosto, a pequena menina.

Entre os conteúdos repassados na oficina, a professora destacou também o aprendizado dos 3Rs (Reciclar, Reduzir e Reutilizar), além do respeito ao próximo e com o meio ambiente.

*Texto e foto: Cecom/Seurs 2016.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na quarta-feira, 10 de agosto de 2016, às 20:01 pela Coordenação-Geral de Comunicação (Cecom).

Últimas notícias: