Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Estudante do IFC conquista nota máxima na redação do Enem 2015

foto Marjori

Segundo o Ministério da Educação (MEC), dos 5,8 milhões de candidatos que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2015, somente 104 obtiveram a nota máxima na redação – 1.000 pontos. A estudante, do Curso Técnico em Informática do Instituto Federal Catarinense (IFC) – Campus Ibirama, Márjori Larissa Padoin foi uma das candidatas a conquistar a nota máxima. Natural de Witmarsum, Márjori relata que tinha uma rotina puxada: durante o dia, frequentava o curso técnico em Informática e, à noite, frequentava as aulas de um curso preparatório para o vestibular. “Minha maior incentivadora é minha mãe, Leonor Luzia Largura Padoin (professora e mestre em português), que sempre me incentivou a ler, me presenteando com livros”, diz ela.

Esta foi a segunda vez que Márjori tentou o Enem, sendo que, na edição de 2014, obteve 860 pontos na redação. “Fiquei muito feliz por ter tirado uma nota tão alta na primeira vez que realizei a prova. Mas, mesmo assim, me preparei para, em 2015, conseguir uma nota ainda melhor”, revela. A candidata pretende cursar Medicina em universidade federal.

MAIS sobre a redação do ENEM

O tema da redação do ENEM 2015 foi a persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira. O ministro da Educação Aloizio Mercadante disse que, em 55 redações, os avaliadores perceberam que candidatas descreveram cenas de assédio que elas viveram ou testemunharam. “Tivemos redações em que as mulheres descreviam cenas de violência em que foram vítimas ou testemunhas. Não sabemos necessariamente se aquele texto é um depoimento, mas tudo indica que sim”, afirmou.

Especialistas afirmam que o tema é pertinente e atual, e disseram que, ao contrário de algumas edições anteriores, a edição de 2015 só permitia um tipo de posicionamento em relação ao tema: contrário à violência.

Confira AQUI a lista dos temas de redação da história do ENEM.

*Texto: CECOM/Reitoria. Com informações do Campus Ibirama e G1.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na terça-feira, 16 de fevereiro de 2016, às 19:17 pela Coordenação-Geral de Comunicação (Cecom).

Últimas notícias: