Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

IFC apresenta dois projetos de música em Mostra da FURB

mipe2O Subprojeto Música e o projeto de extensão Banda Raízes do Rock, desenvolvidos no Instituto Federal Catarinense (IFC) – Campus Blumenau, foram apresentados na 9ª Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa e Extensão (MIPE), que ocorreu no Campus 1 da Universidade de Blumenau (FURB) nos dias 28 e 29 de setembro. No evento, foram apresentados trabalhos de iniciação científica de estudantes das escolas da rede pública da região. Ambos os projetos do Campus Blumenau integram o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) da FURB. O programa consiste na parceria com acadêmicos de Licenciatura em Música da Universidade – denominados bolsistas ID (Iniciação à Docência), que, em conjunto com supervisores e coordenadores, auxiliam nestes projetos.

O professor de Artes e supervisor do Pibid no Campus Blumenau, Rudimar Antonio Camargo Drey, conta que o Pibid começou suas atividades no primeiro semestre de 2015. “O primeiro exercício foi observar o projeto de extensão Banda Raízes do Rock, já existente no Campus. A banda contava com a orientação de um professor, que auxiliava os estudantes com repertório e ensaios. Após a entrada do Pibid, o trabalho passou a ser mais didático”, explicou Drey. Ele acrescentou que os bolsistas ID trouxeram a proposta de montar uma linha do tempo contando a história do rock, com o intuito de apresentar um “show didático” ao final das atividades, que contaria, entre uma música e outra da década, um pouco da história de cada período. Para melhorar o desempenho da banda, cada bolsista ficou encarregado de ajudar os alunos no seu respectivo instrumento.

mipe1Também durante a Mostra, foram apresentadas as ações do Subprojeto Música, que iniciou suas atividades no início no mês de março, com duas turmas do ensino médio do Campus Blumenau. Segundo Drey, após observação das turmas e anotações sobre comportamento e ambiente escolar, a equipe partiu para a prática. “Demos início às atividades sobre conceitos de som e ruído, frequência e timbre, com a proposta de desenvolver as capacidades de escuta e reconhecimento dos sons. Para isso, utilizamos jogos musicais com trilhas sonoras de filmes conhecidos pelos alunos, atividades de interação e percepção com instrumentos de percussão e percussão corporal”, contou.

* Texto CECOM/Blumenau.

** Fotos: Divulgação.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na terça-feira, 13 de outubro de 2015, às 17:42 por Nicole Trevisol.

Últimas notícias: