Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

IFC conquista conceito 4 em recredenciamento do MEC

O Ministério da Educação (MEC) divulgou, na tarde desta quarta-feira (17/6), o Relatório de Avaliação referente ao Recredenciamento do Instituto Federal Catarinense (IFC). A visita da Comissão Avaliadora aconteceu de 09 a 13 de junho, no IFC Câmpus Rio do Sul, e o conceito obtido pelo IFC foi 4, em uma escala de 1 a 5.

Este é o primeiro processo de Avaliação de Regulação pelo qual o IFC passa desde a sua criação em 29 de dezembro de 2008, por meio da Lei 11.892. A nota 4 foi atribuída ao IFC após um processo criterioso de avaliação, como a análise documental da Instituição e reuniões com dirigentes e gestores, coordenadores de cursos, servidores, estudantes e membros da Comissão Própria de Avaliação (CPA). Foram realizadas visitas às instalações físicas da unidade.

Por meio da análise desses elementos, a Comissão definiu o perfil de qualidade do ensino ofertado pelo Instituto Federal Catarinense. O conceito 4 representa que o IFC apresenta um perfil muito bom de qualidade, conforme relatório da Comissão.

Para o reitor do IFC, Francisco Sobral, o conceito 4 no primeiro recredenciamento da história do IFC representa que a Instituição está no caminho certo. “Estamos muito felizes com essa conquista. O conceito 4 mostra que todos os nossos esforços na qualificação dos servidores, investimentos em infraestrutura e políticas sociais aos estudantes são fundamentais neste processo de construção e consolidação da nossa Instituição. Gostaria de parabenizar e agradecer o trabalho de todos os setores da Reitoria e dos câmpus que colaboraram para que o IFC recebesse a nota 4. Parabéns ao IFC”, disse.

Segundo a Pró-reitora de Ensino, Josete Pereira, o conceito 4 indica que o IFC apresenta um perfil muito bom de qualidade na oferta de educação superior. “Para nós, essa qualidade está traduzida no excelente trabalho que os servidores do IFC proporcionam aos estudantes por intermédio das ações de ensino, pesquisa e extensão, vinculando seus projetos acadêmicos às demandas da sociedade, na perspectiva do desenvolvimento regional. Estas ações, ainda, contemplam um conjunto de elementos e dimensões socieconômicas e culturais, as quais orientam para a formação cidadã, com respeito pela diversidade e inclusão social, ou seja, com a compreensão de que não há desenvolvimento institucional sem desenvolvimento humano”, relata ela.

Conceito por Eixo avaliado no IFC:

Eixo – Conceito

Eixo 1 – 3,0

Eixo 2 – 3,6

Eixo 3 – 3,2

Eixo 4 – 4,0

Eixo 5 – 4,0

Confira o Relatório de Recredenciamento em http://ingresso.ifc.edu.br/wp-content/uploads/sites/6/2015/06/Relat%C3%B3rio-RecredenciamentoIFC-Nota-4.pdf.

MAIS

São modalidades de atos autorizativos: credenciamento e recredenciamento de instituições de educação superior (IES) e autorização, reconhecimento e renovação de reconhecimento de cursos de graduação.

Credenciamento e Recredenciamento

  • Para iniciar suas atividades, as IES devem solicitar o credenciamento junto ao MEC. De acordo com sua organização acadêmica, as IES são credenciadas como faculdades, centros universitários ou universidades – Os Institutos Federais são equiparados às universidades.
  • Inicialmente, a IES é credenciada como faculdade. O credenciamento como universidade ou centro universitário, com as respectivas prerrogativas de autonomia, depende do credenciamento específico de instituição já credenciada, em funcionamento regular e com padrão satisfatório de qualidade.
  • O primeiro credenciamento da instituição tem prazo máximo de três anos para faculdades e centros universitários e de cinco anos para as universidades.
  • O recredenciamento deve ser solicitado pela IES ao final de cada ciclo avaliativo do Sinaes, junto à secretaria competente.

* Texto e imagem: CECOM/Reitoria.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na quarta-feira, 24 de junho de 2015, às 16:32 pela Coordenação-Geral de Comunicação (Cecom).

Últimas notícias: