IFC Videira realiza fase local da Mostra Brasileira de Foguetes

Mostra-Foguetes1No dia 25 de abril, o lugar onde futuramente serA? o Parque de ExposiA�A�es, na cidade catarinense de IomerA?, transformou-se no cenA?rio ideal para o lanA�amento de foguetes, realizado durante a fase local da Mostra Brasileira de Foguetes. Os protA?tipos produzidos por alunos do ensino mA�dio integrado do Instituto Federal Catarinense CA?mpus Videira eram de garrafas PET. Deixando um lindo rastro de espuma, os foguetes decolavam para chegar o mais longe possA�vel. A subida acontece devido ao gA?s produzido com a reaA�A?o quA�mica entre vinagre e bicarbonato de sA?dio, expelindo violentamente o lA�quido para trA?s e, consequentemente, o foguete para frente (lei da aA�A?o e reaA�A?o de Isaac Newton). Foram 160 voos dos quais vA?rios ultrapassaram os cem (100) metros, fato que orgulhou estudantes, familiares e espectadores que torciam pelas suas equipes:A�”Tivemos a satisfaA�A?o de ver um foguete atingindo 387,1 metros de distA?ncia”.
Este ano as equipes superaram as expectativas, pois estavam bastante motivadas em funA�A?o do 3A? lugar conquistado na fase nacional em 2014. Adquiriram experiA?ncia no desenvolvimento dos foguetes e, por isto, se sentiram seguras. AtA� alcanA�ar voo, sA?o inA?meros testes. “O aperfeiA�oamento acontece durante as tentativasa�?, revelou o professor de fA�sica do IFC, Jaquiel Fernandes, coordenador da atividade. O destaque deste ano ficou com a equipe Suko de Uva , composta pelos alunos Carlos Vitor Deon, Jean Carlo Olivo Menegatt e Thainan Benetti. Um belo voo do foguete TucundovA? atingiu a distA?ncia de 387,1 metros, superando o recorde nacional de 333 metros obtido no ano passado pela equipe do ColA�gio Uirapuru da cidade de Sorocaba-SP. A exemplo do ano passado, apA?s a realizaA�A?o de uma prova, a equipe destaque na fase local de cada instituiA�A?o participante serA? convidada para a IV Jornada de Foguetes, na cidade de Barra do PiraA�, estado do Rio de Janeiro, onde farA? o lanA�amento de seu foguete perante uma comissA?o julgadora. Os melhores receberA?o um trofA�u e poderA?o ganhar uma das 70 bolsas de IniciaA�A?o CientA�fica JA?nior, com duraA�A?o de um ano.
Os alunos Jean e Thainan participam da competiA�A?o desde 2013, e nesta ediA�A?o trouxeram Carlos para a equipe. Os vencedores ressaltaram que foi preciso muito esforA�o e trabalho em equipe para alcanA�arem este resultado e que, diante das dificuldades, voltavam o pensamento para a vontade de vencer, e logo estavam novamente trabalhando. Foram trA?s meses de testes que felizmente valeram muita a pena.
Sobre o evento
A iniciativa faz parte da OlimpA�ada Brasileira de Astronomia e AstronA?utica (OBA) e da Mostra Brasileira de Foguetes, que sA?o organizadas anualmente pela Sociedade AstronA?mica Brasileira (SAB) em parceria com a AgA?ncia Espacial Brasileira (AEB).
Durante o trabalho, os participantes aprendem e colocam em prA?tica a Lei FA�sica da AA�A?o e ReaA�A?o, de Isaac Newton. Para isso, A� utilizado um combustA�vel feito a partir da mistura de vinagre com bicarbonato de sA?dio (fermento em pA?). AlA�m de elaborarem os foguetes, os estudantes constroem a base de lanA�amento. Ao final da OBA e da MOBFOG, todos os alunos recebem um certificado de participaA�A?o impresso com o seu nome e com a informaA�A?o se ganhou alguma medalha (o tipo dela tambA�m consta do certificado). Todos os professores envolvidos no processo e tambA�m os diretores escolares recebem os seus certificados.
Mostra-Foguetes6 Mostra-Foguetes5 Mostra-Foguetes4 Mostra-Foguetes3

persuasive essay idea, generic Zoloft.

* Texto e fotos: CECOM/Videira.

Deixe uma resposta