Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

IFs debatem orçamento e cursos voltados ao Projeto Cães-Guia

reuniao-caes-guia (6)Os reitores Sônia Fernandes, do Instituto Federal Catarinense (IFC), Vicente Pereira de Almeida, do Instituto Federal Goiano (IFG),  Antonio Venâncio Castelo Branco, do Instituto Federal do Amazonas (IFAM), e Ailton Ribeiro de Oliveira, do Instituto Federal de Sergipe (IFS), estiveram reunidos, no dia 14 de julho, em Brasília (DF), com membros da Casa Civil, da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) e da Secretaria Especial dos Direitos das Pessoas com Deficiência, vinculada ao Ministério da Justiça e Cidadania.

O objetivo do encontro foi debater a continuidade das turmas do Projeto Cães-Guia, nos IFs que já possuem o Centro de Treinamento implantado (IFC e IFES), e a liberação de recursos orçamentários para a consolidação e continuidade das atividades referentes ao projeto nos IFs Catarinense, Goiano, do Espírito Santo, do Sul de Minas, do Ceará, do Amazonas e de Sergipe.

Segundo a reitora do IFC, Sônia Fernandes, até o momento, os IFs que ofertam cursos nos Centros de Formação de Treinadores e Instrutores de Cães-Guia, implantados pela Rede Federal, receberam apenas 1/3 do orçamento previsto para 2016. “No IFC, temos uma turma de pós-graduação em andamento, e o IFES possui uma turma subsequente. Um dos pedidos durante a reunião foi a liberação orçamentária até o final de julho ou início de agosto. Entretanto, com a mudança hierárquica da Secretaria Especial dos Direitos das Pessoas com Deficiência, são necessárias alterações nos trâmites para o envio dos recursos, isso pode dificultar a celeridade do envio da verba orçamentária”, explica Sônia.

Outro ponto discutido na reunião foi a oferta de novos cursos para 2017. O pedido feito pela secretária Roseane Cavalcante Freitas (Rosinha do Adefal) foi o de que novas turmas sejam abertas apenas em 2017. “Existem IFs com 100% da infraestrutura finalizada, mas, devido às alterações orçamentárias, vamos agir com cautela e aguardar a realocação do orçamento do Projeto Cães-Guia”, salienta a reitora do IFC.

A secretária Rosinha aproveitou a oportunidade para ressaltar a necessidade do projeto para o Brasil. “Entendemos a importância do Projeto Cães-Guia e estamos comprometidos em manter as atividades e dar continuidade aos trabalhos”.

Como forma de otimizar recursos federais e agilizar os processos de compras relacionados ao Projeto Cães-Guia, os reitores dos IFs presentes na reunião se comprometeram em centralizar as licitações e realizar compras conjuntas. “Esse é um passo importante para a Rede Federal, criando a cultura da padronização na gestão dos Centros e gerando economia de recursos humanos e financeiros entre os IFs”, finaliza Sônia Fernandes.

*Texto: Cecom/IFC.

Nicole Trevisol
Jornalista MTE 02499 JP-SC

**Fotos: Divulgação.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na terça-feira, 26 de julho de 2016, às 20:52 pela Coordenação-Geral de Comunicação (Cecom).

Últimas notícias: