Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Luzerna encerra primeira etapa do Projeto Educação Cidadã

acao-luzerna2Criar um espaço de diálogo e interação com os alunos sobre educação, cidadania, garantia de direitos e políticas públicas. Este é o principal objetivo do projeto Educação Cidadã, que o Instituto Federal Catarinense (IFC) Câmpus Luzerna está desenvolvendo e que encerrou seu primeiro ciclo no início deste mês.

Ao longo do semestre, diversas instituições passaram pelo câmpus para dialogar com a comunidade acadêmica. Um exemplo foi a palestra do promotor Jorge Eduardo Hoffmann, do Ministério Público de Santa Catarina, que aconteceu em abril. Outra ação foi a participação de estudantes de Psicologia da Unoesc Joaçaba, que falaram sobre as diferentes formas de expressão das emoções na adolescência. Neste mês, o pedagogo do IFC Luzerna, Ademir Bazzoti, participou do ciclo de diálogos sobre juventude, cultura e lazer.

Para a assistente social do câmpus, Jéssica Saraiva, a primeira etapa do projeto foi muito satisfatória. “Acredito que o objetivo foi alcançado com êxito. Conseguimos realizar momentos de reflexão e diálogo, gerando a revisão de alguns paradigmas e preconceitos atitudinais”, comenta. “Um dos exemplos mais emblemáticos foi a discussão dos pontos antagônicos sobre a redução da maioridade penal e o funcionamento das políticas públicas de inclusão e ressocialização de menores”, aponta Jéssica.

Segundo a assistente social, outros tópicos a serem destacados foram as visitas técnicas que os alunos fizeram na APAE e no CASEP de Joaçaba. Os estudantes verificaram in loco como são realizados os trabalhos de inclusão e ressocialização – dois temas discutidos nos círculos de diálogos que antecederam as visitas. A partir da visita ao CASEP, os participantes do projeto articularam uma campanha de arrecadação de livros para os adolescentes que estão em cumprimento de medida socioeducativa.

“Outro aspecto que me chamou a atenção foi o trabalho de alguns estudantes do nosso curso de Ensino Médio Integrado em Segurança do Trabalho, que aproveitaram as visitas nas instituições para destacar a importância da segurança no ambiente profissional, solicitando informações sobre acessibilidade e outros aspectos, como a viabilização de extintores de incêndio”, ressalta Jéssica.

Para se tornar possível, o projeto Educação Cidadã contou com a parceria de diversas entidades, dos mais variados segmentos. “A importância disto é algo a destacar, tendo em vista a difusão de informações acerca da educação em prol da cidadania e das políticas públicas. Viabilizar a promoção da cidadania é algo que impulsiona o desenvolvimento da sociedade”, aponta a assistente social do IFC Luzerna. “A garantia de direitos se dá efetivamente quando o indivíduo os conhece, porém é importante salientar que o cumprimento de seus deveres é a chave essencial para fazer valer os direitos”, finaliza.

* Texto e foto: CECOM/Luzerna.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na terça-feira, 14 de julho de 2015, às 13:54 por Nicole Trevisol.

Últimas notícias: