Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Luzerna encerra quarta edição da SECITEC ampliando discussão sobre ciência

secitec-luzerna3Principal evento científico do Instituto Federal Catarinense (IFC) Campus Luzerna, a Semana da Ciência e Tecnologia (SECITEC) foi marcada por apresentações de projetos acadêmicos e Trabalhos de Conclusão de Curso (TCCs), minicursos, palestras e círculos de diálogos. A abertura aconteceu na terça-feira (01/09) à noite, no Centro de Eventos São João Batista. A palestra inicial foi com o professor Fábio Lazzarotti, da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc), que abordou o quadro da inovação no Meio Oeste catarinense. Na ocasião, também, o IFC realizou a solenidade de formatura de 14 novos profissionais técnicos em Automação Industrial, Mecânica e Segurança do Trabalho.

A quarta edição da SECITEC seguiu nos dois dias seguintes nas dependências do campus. Propriedade intelectual, nanotecnologia, educação financeira e eficiência energética foram alguns dos temas abordados por alunos, servidores e convidados. Mais de 40 pôsters de trabalhos científicos foram expostos no novo bloco de ensino da instituição.

Na quinta-feira de manhã, um dos temas discutidos foi a descriminalização das drogas. De acordo com a professora Isabel Cristina Hentz, a sugestão do assunto foi levantada pelos próprios alunos. “Eles têm muita curiosidade de saber sobre essa questão. Achamos importante porque está acontecendo um debate internacional da descriminalização, com os caminhos possíveis e o que os outros países estão percebendo”, comentou Isabel.

Segundo o professor Hernandez Eichenberger, a SECITEC é importante também para expandir o conceito de ciência. “Às vezes acabamos tendo uma visão um pouco estereotipada a respeito do que é a ciência, ligada a um sujeito de guarda-pó branco em um laboratório, por exemplo”, disse. “As ciências estão atuando industrialmente e de modo laboratorial, mas também existe um debate, um modo investigativo e metodológico capaz de responder algumas das questões que instigam a sociedade como um todo”, destacou Hernandez.

* Texto e fotos: CECOM/Luzerna.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na terça-feira, 8 de setembro de 2015, às 21:16 pela Coordenação-Geral de Comunicação (Cecom).

Últimas notícias: