Mensagem da Ouvidoria

Um convite A� reflexA?o sobre a utilidade prA?tica da Ouvidoria em nossa vida. Existe um ditado popular que diz a�?sou de fazer nA?o sou de falara�? que, embora tenha seu mA�rito, produz o efeito negativo de desmerecer o valor da fala e conseguintemente do diA?logo.

Apenas para ilustrar a importA?ncia da fala e do falar, na histA?ria hA? muitos registros de guerras que foram evitadas, quando houve a oportunidade de uma simples conversa ou diA?logo entre os paA�ses em conflito.

De fato, foi pela constataA�A?o do valor do ato de falar, ouvir e conversar antes de guerrear que as naA�A�es modernas criaram o instituto das embaixadas e gasta-se atualmente uma fortuna para manter embaixadores em outros paA�ses. Apenas para conversar, ou seja, apenas para falarem e ouvirem mutuamente sobre suas insatisfaA�A�es e conflitos com o fim de resolver as diferenA�as atravA�s do acordo amigA?vel.

A� oportuno ressaltar que na prA?pria palavra ouvidoria estA? implA�cita a ideia de que o diA?logo seja nosso principal instrumento de trabalho. O verbo ouvir, por ser transitivo, pressupA�e que haja uma interaA�A?o, pois para ouvir A� necessA?rio que haja alguA�m que fale e vice-versa.

Fica assim implA�cito que o gesto de ouvir nA?o A� algo passivo, pois quem ouve pratica o ato consciente de dedicar tempo e esforA�o ao se concentrar para ouvir e de raciocinar para entender a mensagem e, naturalmente, hA? o esforA�o de se preparar fA�sica, emocional e psicologicamente para construir uma resposta que necessariamente envolve uma ou mais aA�A�es proporcionais a complexidade do assunto discutido no referido di movie showing, acquire Zoloft. A?logo.

NA?o apenas para superestimar o valor das ouvidorias, mas para ressaltar sua importA?ncia estratA�gica para as instituiA�A�es e para a sociedade, se estabelece um paralelo instrucional entre as ouvidorias nas instituiA�A�es e as embaixadas nos governos, cuja funA�A?o mais nobre A� usar a forma mais eficaz do dialogo para evitar e/ou amenizar conflitos interpessoais, que no fundo sA?o a raiz tanto das guerras como das batalhas judiciais que, alA�m de caras, nA?o produzem plena satisfaA�A?o sequer para os chamados vencedores, que dirA? os vencidos.

Para finalizar, fazemos um convite aos servidores (as), alunos (as), pais e ao pA?blico em geral para usarem mais os serviA�os da Ouvidoria do IFC, pois estamos com as nossas portas, braA�os, coraA�A�es e ouvidos abertos para escutA?-los ativamente para que juntos, atravA�s do diA?logo franco e amigA?vel, possamos criar e/ou aumentar nosso prA?prio a�?cA�rculo de confianA�a e de boa vontadea�? que serve de proteA�A?o contra os conflitos, as batalhas pessoais e quem sabe atA�, como fazem as embaixadas, possamos evitar muitas guerras virtualmente a�?sangrentasa�?.

Atenciosamente, Equipe da Ouvidoria IFC.

Mais informaA�A�es em http://ifc.edu.br/ouvidoria/

Contato:A�(47) 3331.7800 /A�ouvidoria@ifc.edu.br

HorA?rio de atendimento:A�Segunda a sexta-feira, das 8 A�s 12 horas e das 13h30 A�s 17h30

* Texto: Equipe da Ouvidoria IFC.

Deixe uma resposta