Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Mobilidade Sustentável

A questão da mobilidade urbana surge como um novo desafio às políticas ambientais e urbanas, num cenário de desenvolvimento social e econômico do país, no qual as crescentes taxas de urbanização, as limitações das políticas públicas de transporte coletivo e a retomada do crescimento econômico têm implicado um aumento expressivo da motorização individual (automóveis e motocicletas), bem como da frota de veículos dedicados ao transporte de cargas.

Ou seja, o padrão de mobilidade centrado no transporte motorizado individual mostra-se insustentável, tanto no que se refere à proteção ambiental quanto no atendimento das necessidades de deslocamento que caracterizam a vida urbana. Os problemas de congestionamento, acarretados pelo aumento da capacidade viária, estimulam o uso do carro e geram novos congestionamentos, alimentando um ciclo vicioso, responsável pela degradação da qualidade do ar, pelo aquecimento global e comprometimento da qualidade de vida nas cidades. Com isso, há um aumento significativo nos níveis de ruídos, além da perda de tempo, degradação do espaço público, estresse, entre outros problemas.

Veja mais em: http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/urbanismo-sustentavel/item/8060

Fonte: http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/urbanismo-sustentavel/item/8060. Acesso em: 11 out. 2016.

*Texto: NGA/Reitoria.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na terça-feira, 25 de outubro de 2016, às 19:49 pela Coordenação-Geral de Comunicação (Cecom).

Últimas notícias: