Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

NAPNE INFORMA: Sanitário acessível

sanitarioVocê já deve ter percebido que nos edifícios de uso público ou coletivo sempre tem um ou mais sanitários bem espaçosos e com alguns acessórios a mais que os outros. Isto acontece porque pelo menos um dos sanitários deve possibilitar o acesso universal, mas não quer dizer que seja de uso exclusivo a uma parcela dos usuários.

O espaço maior e a porta abrindo para fora do sanitário acessível é pensado para possibilitar a utilização de pessoas em cadeira de rodas, prevendo áreas de manobra e transferência. Não devem ser depositados objetos nas áreas destinadas a aproximação da cadeira de rodas.

Para facilitar a transferência do usuário da cadeira de rodas à bacia sanitária são instaladas barras de apoio horizontais localizadas nas paredes lateral e de fundo. Preferencialmente utilizam-se bacias sem caixa de descarga acoplada para evitar que o usuário se apoie nela prevenindo quedas e machucados. Outra peculiaridade é a altura da bacia que é levemente mais alta.

É recomendável que o sanitário acessível possua, além do lavatório na parte interna, uma ducha higiência. O lavatório deve ser do tipo suspenso, sem coluna, para possibilitar a aproximação da pessoa com cadeira de rodas. A parte inferior do lavatório, sifão e demais, não devem apresentar superfícies cortantes e o acionamento adotado para a torneira deve possibilitar o acionamento sem os dedos. Para evitar que o usuário se apoie no lavatório são instaladas barras de apoio o envolvendo.

Os acessórios sanitários também devem seguir medidas específicas de fixação, estando dentro da faixa de alcance confortável pré-estabelecida em norma. É providencial que o sanitário apresente cabides e porta-objetos próximos ao lavatório e bacia sanitária.

As papeleiras do papel higiênico, se forem sobressalentes, devem estar alinhadas com a borda frontal da bacia e estar a uma altura determinada que não prejudique a utilização da barra de apoio lateral. As papeleiras instaladas abaixo da barra de apoio devem ser embutidas. Já os espelhos podem se fixados na posição vertical, mais baixo, ou inclinado em 10º, mais alto.

* Texto: Divulgação/NAPNE.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na quarta-feira, 5 de agosto de 2015, às 17:32 pela Coordenação-Geral de Comunicação (Cecom).

Últimas notícias: