Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

NAPNE INFORMA: Uso correto do Piso Tátil

A sinalização tátil no piso é utilizada para auxiliar o deslocamento das pessoas com deficiência visual. Ela é aplicada, em cor contrastante ao piso, para indicar o caminho a ser percorrido em espaços amplos; obstáculos; rebaixos de calçadas; início e término de escadas e rampas; e posição de portas de elevadores e de embarque e desembarque.

A cor contrastante facilita a identificação pelas pessoas que têm baixa visão, já as pessoas cegas se utilizam da textura do piso que se diferencia entre tátil de alerta e tátil direcional.

calcada1

Ilustração 1: Sinalização tátil de alerta.

A sinalização tátil de alerta consiste em um conjunto de relevos tronco-cônicos, popularmente chamada de piso de bolinha, e é aplicada perpendicularmente ao sentido de deslocamento para indicar um obstáculo, desnível ou mudança de direção.

calcada2

Ilustração 2: Sinalização tátil direcional.

A sinalização tátil direcional consiste em um conjunto de relevos lineares, popularmente chamada de piso-guia, e é aplicada no sentido do deslocamento, indicando o caminho a ser percorrido.

Segundo a norma ABNT NBR 9050/2004, a largura da faixa de sinalização tátil direcional pode variar entre 20 cm e 60 cm; contudo, o relato dos usuários mostra que a adoção da menor medida é a mais confortável, pois, assim, somente um pé se apoia sobre o relevo, deixando o outro pé em uma base mais firme, evitando o desequilíbrio.

A composição da sinalização tátil de piso deve ser estudada com muita atenção pelo profissional da área de projetos, uma vez que a adoção errônea deste material pode causar confusão ou trazer riscos às pessoas com deficiência visual, provocar desconforto aos demais transeuntes e acarretar despesas desnecessárias aos proprietários.

* Texto e imagens: Divulgação/NAPNE.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na terça-feira, 20 de outubro de 2015, às 18:18 por Nicole Trevisol.

Últimas notícias: