Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

O que é Microcefalia?

A microcefalia é uma má formação congênita em que o cérebro não se desenvolve de maneira adequada e os bebês nascem com perímetro cefálico menor que o normal. Sua ocorrência pode estar relacionada a uma série de fatores como radiação; substâncias químicas; e agentes biológicos (infecciosos), como bactérias e vírus (BRASIL, s.d.). Em entrevista ao Blog da Saúde, os especialistas do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz) Ana Elisa Baião, Márcio Nehab e Tânia Saad esclareceram mais sobre o assunto (BRASIL, 2016b).

Ana Elisa destacou que um acompanhamento específico com uma equipe multiprofissional apontará o tipo de deficiência que a criança apresentará e quais medidas serão tomadas para tratá-la a fim de possibilitar o melhor desenvolvimento possível em cada caso. Márcio Nehab afirmou que é impossível dizer qual acometimento cerebral a criança terá. Existem diferentes gradações de microcefalia, desde um grau pequeno até um grau mais severo, e assim, diversas manifestações clínicas, levando a diferenças em relação ao prognóstico. Algumas das possíveis complicações são: deficiência intelectual, paralisia cerebral, epilepsia e comprometimento no desenvolvimento global.

Tânia Saad afirmou que a microcefalia tem tratamento e este será adequado ao tipo e grau de acometimento que a criança apresentar. Feito o diagnóstico, será necessário cuidar das necessidades apresentadas, como por exemplo: fisioterapia, no caso de rigidez ou comprometimento no desenvolvimento; fonoaudiologia, se houver dificuldades de deglutição; fisioterapia respiratória, para melhorar a respiração; neuropediatria devido à possibilidade da ocorrência de crises convulsivas; pediatria, gastroenterologia e nutrição a fim de garantir a manutenção do peso ideal, para que a criança suporte melhor todas as intervenções interdisciplinares. Além dos atendimentos citados por Tânia Saad, que visam os aspectos biológicos da pessoa com microcefalia, destaca-se a importância da intervenção psicológica no processo de estimulação e em situações de orientação e suporte familiar.

O desenvolvimento infantil é um processo multidimensional que se inicia com o nascimento e que engloba o crescimento físico e a maturação neurológica, comportamental, cognitiva, social e afetiva da criança. Nos primeiros três anos de vida o cérebro se desenvolve mais rapidamente, constituindo oportunidade para o estabelecimento das funções que repercutirão em maior independência e, consequentemente, melhor qualidade de vida no futuro. Crianças com microcefalia e prejuízos do desenvolvimento neuropsicomotor beneficiam-se da estimulação precoce para favorecer o desenvolvimento motor e cognitivo. É imprescindível o envolvimento dos pais e familiares neste processo, uma vez que o ambiente social é o mais rico em estímulos para a criança (BRASIL, 2016a).

Acesse mais informações em:

BRASIL. Ministério da Saúde. Portal da Saúde. Microcefalia. Ministério da Saúde, 2015. Ministério da Saúde, s.d. Disponível em: < http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/cidadao/orientacao-e-prevencao/xyz-microcefalia>. Acesso em: 15 fev. 2016.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Protocolo de atenção à saúde e resposta à ocorrência de microcefalia relacionada à infecção pelo vírus zika [recurso eletrônico] / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde. – Brasília: Ministério da Saúde, 2016a. 42 p : il. Disponível em: < http://portalsaude.saude.gov.br/images/pdf/protocolo-sas-2.pdf >. Acesso em: 15 fev. 2016.

BRASIL. Ministério da Saúde. Blog da Saúde. Especialistas tiram dúvidas sobre zika e microcefalia. Ministério da Saúde, 2016b. Disponível em: < http://www.blog.saude.gov.br/perguntas-e-respostas/50545-especialistas-esclarecem-algumas-duvidas-sobre-o-virus-zika-e-a-microcefaliahtml.html >. Acesso em: 15 fev. 2016.

*Texto: NAPNE/IFC.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na terça-feira, 16 de fevereiro de 2016, às 17:56 pela Coordenação-Geral de Comunicação (Cecom).

Últimas notícias: