Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Paixão pelo xadrez: estudante do IFC é bicampeão brasileiro

Tudo começou nos seus 8 anos de idade. Um convite da irmã para jogar xadrez fez com que João Vítor Dalanhol, hoje com 15 anos e estudante do curso técnico integrado em Informática do IFC – Campus Fraiburgo, acessasse o Youtube para aprender táticas de xeque-mate como forma de vencer a adversária três anos mais experiente.

João: ao centro com o troféu.

No fim de semana estendido por conta do Feriado Nacional da Independência do Brasil, João conquistou o seu mais recente troféu: venceu o Campeonato Brasileiro de Xadrez Escolar 2017, categoria 1º ano do Ensino Médio masculino. É o segundo ano seguido que Dalanhol sobe ao topo máximo do pódio. Neste ano, a competição aconteceu de 07 a 10 de setembro, em Blumenau (SC), e envolveu 592 enxadristas. “A minha primeira competição foi em 2012, no Brasileiro Absoluto, e fiquei em 8º lugar. Dois anos depois finalizei na segunda colocação”, conta ele, orgulhoso da caminhada feita até aqui.

Usando a internet para aprender mais sobre o esporte e levando a prática desportiva para o ambiente escolar, de maneira informal com os colegas, João passou a vencer todos os adversários, fator que chamou a atenção do professor da escola. De lá para cá, ingressou no Clube de Xadrez do município e passou a treinar 1 hora por dia, com treinos intensificados para 2h30 diárias antes de competições importantes.

“Antes da partida dá um frio na barriga mas, quando começa, passa, e eu logo me concentro. Uma das coisas que mais aprendi com o xadrez foi a manter a calma, a pensar antes de agir, a prever os movimentos, os diversos lances antes da jogada. Isso me ajudou muito na escola, principalmente em matemática e com raciocínio lógico”, revela João.

Apaixonado por xadrez, Dalanhol avalia positivamente o incetivo do IFC em promover a prática desportiva em competições internas e externas. “Nos jogos entre os IFs, por exemplo, nós conhecemos outros colegas, fazemos novas amizades e, ainda, nós nos divertimos. Há uma forte integração”, diz ele.

Com a delegação de Fraiburgo, em Blumenau (setembro de 2017).

O estudante, em 2014, ficou em segundo lugar no Brasileiro Absoluto; em 2015, em segundo no Brasileiro Escolar; neste ano, em 1º lugar nos Jogos Internos do IFC e também em 1º lugar nos Jogos dos Institutos Federais da Região Sul (JIFSul). Agora segue para a etapa Nacional dos Jogos dos Institutos Federais (JIF Nacional), que acontece de 3 a 8 de outubro de 2017 em Poços de Caldas (MG). “A partida que mais me marcou foi durante o Mundial de 2014, na África: 5 horas de jogo”.

Para João, o xadrez vai além do esporte e pode ser praticado por todos. “O importante é tentar, não precisa estudar as táticas de jogo. Pratique com os amigos, por diversão. O que eu mais gosto do xadrez é que ele é muito parecido com a vida”, finaliza o enxadrista.

MAIS

O Campeonato Brasileiro de Xadrez Escolar 2017 foi organizado pelo Clube de Xadrez de Blumenau (SC), evento que fez parte de uma série de atividades em comemoração aos 100 anos de sua fundação. Confira os resultados em http://chess-results.com/tnr297202.aspx?lan=10&art=0&turdet=YES&wi=984. Fonte: Confederação Brasileira de Xadrez (CBX).

*Texto: Cecom/Reitoria, por Nicole Trevisol | Jornalista MTE 02499 JP-SC.

**Imagens: Divulgação/ Arquivo pessoal João Vítor Dalanhol.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na quarta-feira, 13 de setembro de 2017, às 13:46 pela Coordenação-Geral de Comunicação (Cecom).

Últimas notícias: