Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Plataforma reúne acervo da Rede Federal

A plataforma ProEdu, um repositório de objetos educacionais para os Institutos Federais, teve sua primeira versão disponibilizada na semana passada e já possui mais de 500 materiais cadastrados. Apresentado na semana passada, durante reunião dos coordenadores da Rede e-Tec, em Brasília, o repositório era uma demanda antiga da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica.

Segundo o coordenador do projeto, Raymundo Machado, professor do Campus Pelotas-Visconde da Graça do Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul), a Rede e-Tec, que congrega os cursos a distância de educação profissional e tecnológica há quase dez anos, produziu muitos materiais, os quais não tinham, entretanto, onde ser compilados. Identificada essa necessidade, em outubro de 2015, o Ministério da Educação (MEC) convidou a equipe do projeto para desenvolver uma solução para a Rede Federal.

De acordo com Raymundo, embora existam muitos repositórios disponíveis em universidades e até mesmo vinculados ao MEC, nenhum deles possuía as funcionalidades necessárias para atender as especificidades dos Institutos Federais. “Temos características ímpares, então pensamos esse repositório, para que seja possível, por exemplo, cadastrar objetos educacionais com vinculação a eixos tecnológicos, em diferentes tipos de mídias e dentro de um catálogo de cursos que é específico dos institutos”, destaca o professor.

Na fase atual do projeto, os interessados podem acessar os diversos materiais disponibilizados no sistema – cadernos temáticos, mídias interativas, vídeos, livros e exercícios. Na próxima fase, prevista para o primeiro semestre de 2017, os usuários também poderão cadastrar objetos na plataforma. Todos os materiais cadastrados serão validados em acessibilidade, rigor técnico-científico e design instrucional.

Para o presidente do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), Marcelo Bender Machado, o repositório dá início à construção de um importante acervo de recursos educacionais. “A Rede Federal precisava registrar e buscar outras alternativas para disseminar sua vasta produção em educação profissional e tecnológica. São materiais de excelência que merecem reconhecimento e que, a partir do repositório, serão mais aproveitados”, enfatiza.

O ProEdu é resultado de uma parceria entre o IFSul, o Instituto Federal do Ceará (IFCE), o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) e a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

*Fonte: Assessoria de Comunicação do IFSul

**Texto: Assessoria de Comunicação/Conif.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na terça-feira, 6 de dezembro de 2016, às 18:00 por Nicole Trevisol.

Últimas notícias: