Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Presidente de entidade afirma compromisso com difusão do cão-guia em SC

FECEC

À esquerda, o professor do IFC Camboriú, Carlos Rebello; ao centro, Bruno, com o cão-guia Jhony; e, à direita, Fabeni, presidente da FECEC.

No dia 23/03, o presidente da Associação de Deficientes Visuais de Itajaí e Região (ADVIR) e da Federação Catarinense de Entidades de e para Cegos (FECEC), Jairton Fabeni, visitou o Centro de Formação de Treinadores e Instrutores de Cães-guia e palestrou para os alunos e servidores do campus.

Cego, Fabeni contou que perdeu a visão por conta de uma retinose pigmentar e que utiliza a bengala há 20 anos. Mesmo diante da dificuldade, o presidente está à frente das entidades e destacou o trabalho realizado pela ADVIR, que atende 556 associados de Itajaí e região, incluindo 25 crianças e 30 adolescentes. “Gostaria de salientar também o nosso compromisso em contribuir com a difusão do uso do cão-guia em Santa Catarina”, destacou Fabeni.

Na oportunidade, o usuário de cão-guia e membro da diretoria da ADVIR, Bruno Oliveira, disse que a mobilidade que possui hoje vai muito além da superação dos obstáculos. “É uma emoção muito grande ter o meu cão-guia, o Jhony. Lembro exatamente da hora e do dia em que o recebi aqui no Instituto Federal Catarinense (IFC) – Campus Camboriú: 16 de novembro de 2014, às 14h15”, finalizou. Bruno também é atleta e já recebeu uma menção honrosa, ao lado de Jhony, entregue pelo ex-tenista Gustavo Kuerten (Guga).

Texto: CECOM/Camboriú.

Imagem: Centro de Formação de Treinadores e Instrutores de Cães-guia. 

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na terça-feira, 29 de março de 2016, às 17:19 por Nicole Trevisol.

Últimas notícias: