Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Presidente do Conif defende novas políticas para a carreira de TAEs

conifDurante a abertura da 13ª reunião ordinária do Fórum de Gestão de Pessoas (Forgep), dia 21/8, em Brasília, o presidente do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), Luiz Augusto Caldas Pereira, reafirmou a necessidade de implantação de políticas direcionadas aos servidores do Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação (PCCTAE). O Conif defende a contratação de técnico-administrativos (TAEs) substitutos e a extensão do Reconhecimento de Saberes e Competências (RSC) aos TAEs.

De acordo com Caldas, o objetivo é garantir tratamento isonômico aos servidores, na condição de trabalhadores da educação. “Essas duas políticas estão presentes na Rede, mas contemplam apenas os docentes. Queremos corrigir assimetrias e dar destaque à importância dos TAEs para o bom funcionamento das instituições” enfatizou.

As propostas do Conif foram apresentadas ao Ministério da Educação em abril de 2014, por meio do Ofício nº 63/2014.

Forgep – Representantes das 41 instituições da Rede discutem questões pontuais relacionadas à política de gestão de pessoas, além da alteração do regimento e eleição da nova coordenação do Fórum. O encontro terá a participação da coordenadora de Gestão de Pessoas da Rede Federal, Nilva Celestina do Carmo, que debaterá sobre o banco de professor-equivalente (Decreto 8.259/2014), as ações do Plano de Formação Continuada dos Servidores da Rede Federal (Plafor) e o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) para servidores públicos federais.

 

* Texto: Assessoria de Comunicação do Conif.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na quarta-feira, 3 de setembro de 2014, às 19:15 pela Coordenação-Geral de Comunicação (Cecom).

Últimas notícias: