Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Professora do Campus Luzerna realiza oficina na Semana Acadêmica de Pedagogia

Tendo como base o projeto de extensão “Ensinando Matemática com música, teatro e literatura”, a professora Ranúzy Borges Neves, do IFC Luzerna, ministrou uma oficina na Semana Acadêmica de Pedagogia do Campus Videira. O evento, que aconteceu entre os dias 16 e 20 de maio, teve como tema central a “Prática Escolar: Olhares a partir das Políticas Educacionais e das Ações Docentes”.

De acordo com Ranúzy, o projeto de extensão foi concebido para oferecer curso de capacitação, inicialmente, para professores de Matemática de ensino fundamental II e médio. “Porém, como os pedagogos trabalham com a Matemática básica nas Séries Iniciais (ensino fundamental I), aproveitei os conteúdos afins ensinados, em ambos os níveis, e sugeri algumas ideias específicas para os alunos dessa faixa etária, mediante o relato das minhas experiências ao trabalhar com 5º e 6º anos simultaneamente”, fala a professora.

A oficina estabeleceu um resgate da história da disciplina através do matemático grego Hipaso de Metaponto e do matemático árabe Al-Khwarizmi, ambos interpretados pela própria docente.

Segundo a professora do IFC Luzerna, o projeto possibilita uma grande interação entre os alunos do 5º e 6º anos, gerando maior tranquilidade no processo de transição entre um ano e outro. “A ideia também é oportunizar um resgate da escrita e envio de cartas, o que para a grande maioria dos alunos, tão habituados à era tecnológica, certamente é uma novidade.” Professora e participantes concluíram a oficina com um bate-papo, a fim de saber o que os alunos haviam achado das atividades propostas.

“Foi uma noite muito gratificante, pois procurei, através da música, teatro e literatura, diminuir o medo (ou trauma) que os futuros pedagogos têm da Matemática”, fala Ranúzy. “E o retorno que tive de alguns participantes foi exatamente esse: que passaram a gostar um pouco mais da Matemática, pois foi trabalhada de forma lúdica e interativa. Esta foi mais uma experiência que mostrou que é possível desenvolver um trabalho dinâmico e criativo com os alunos de todos níveis de ensino, desde a Educação Infantil até o nível superior”, completa a docente de Luzerna.

Texto e imagens: Cecom/Luzerna.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na quarta-feira, 25 de maio de 2016, às 8:01 pela Coordenação-Geral de Comunicação (Cecom).

Últimas notícias: