Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Projeto cães-guia conta com parceria multicampi

caesguiaexame3Fica difícil imaginar tudo o que envolve a manutenção do Centro de Formação de Treinadores e Instrutores de Cães-guia, localizado no IFC Camboriú. Cachorros, exames, arreios, pessoas com necessidades específicas, placas em braile e mais uma infinidade de detalhes extremamente peculiares. Toda essa complexidade para manter o adequado funcionamento do projeto só é possível de ser concretizada por meio de parcerias multicampi.

De acordo com o coordenador-geral do Centro, Luiz Alberto Ferreira, é de suma importância a contribuição integrada dos campi para o desenvolvimento do projeto institucional. “Há procedimentos e materiais de difícil aquisição por compras públicas, alguns até não possuem fornecedores no país”, destacaram o coordenador-geral e o professor Márcio Soares.

Atualmente, o Centro conta com o apoio dos campi de Ibirama, Araquari e Concórdia para o desenvolvimento de várias ações, confira:

Ibirama Parceira com os cursos – Tecnologia em Design de Moda e Técnico em Vestuário Integrado ao Ensino Médio. Atuação: desenvolvimento e confecção das capas dos cães em socialização e treinamento; Estudo e desenvolvimento do arreio utilizado no treinamento e instrução dos cães-guia.
Araquari Parceria com o Centro de Práticas Clínicas e Cirúrgicas. Atuação: realização de exames ultrassonográficos para diagnóstico e acompanhamento da gestação das matrizes; Orquiectomia e Ovariosalpingo-histerectomia nos animais utilizados no treinamento.
Concórdia Parceria com o Centro de Práticas Clínicas e Cirúrgicas (CPCC). Atuação: realização de procedimentos radiográficos de membros toráxicos e pélvicos dos filhotes, para detecção de doenças articulares.

caesguiaexameconcordia1A parceria começou com os campi de Araquari e Concórdia, que possibilitaram a realização de exames ultrassonográficos e procedimentos radiográficos. Logo depois, Ibirama iniciou o desenvolvimento de novas capas para os cães em socialização e treinamento. Durante a visita para realizar a entrega do material, o diretor-geral do IFC Ibirama, Fernando Taques, destacou a importância do projeto institucional e ressaltou a satisfação dos cursos em contribuírem com o Centro.

A coordenadora do curso superior em Tecnologia em Design de Moda, Ana Silva Vielmo, conta que as capas anteriormente eram confeccionadas em um material sintético, o que dificultava a transpiração dos cães. “Com a nova composição, 100% algodão, evitamos os problemas de pele (fungos) e ainda facilitamos a lavagem. Entre as alterações, também mudamos a modelagem para auxiliar na movimentação do cão”, disse Ana. Além da experiência para os estudantes, a coordenadora do curso Técnico Integrado em Vestuário, Isabela Dal-Bó, ressalta a questão da inclusão como extremamente importante para a vivência dos alunos.

Sobre as parcerias, o coordenador-geral do Centro, Luiz Alberto Ferreira, e o professor Márcio Soares destacaram a relevância para a manutenção do Centro. “Cada vez mais nos damos conta de que somente uma estrutura como a do Instituto Federal Catarinense comporta projeto de tal magnitude”, concluíram.

*Texto: Cecom/Camboriú.

**Fotos: Divulgação/Araquari/Camboriú/Concórdia.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na quarta-feira, 26 de outubro de 2016, às 18:36 pela Coordenação-Geral de Comunicação (Cecom).

Últimas notícias: