Projeto visa saúde de alunos do campus e da rede pública de Blumenau

Quais são os hábitos alimentares dos alunos? Eles praticam atividades físicas? Com quais esportes eles se identificam? Com as respostas para essas e outras perguntas, os professores de Educação Física do Campus Blumenau, Deivis Frainer e Daniel Minuzzi de Souza, pretendem analisar o sobrepeso, a obesidade e o nível de atividade física dos estudantes, com o objetivo de reduzir o sedentarismo.

O projeto está voltado à Pesquisa e à Extensão, e o prazo para desenvolvimento é de março a dezembro deste ano. A pesquisa terá caráter exploratório e ocorrerá por meio de questionário voltado a estudantes do 1º ao 3º ano do ensino médio do campus. “Serão questões sobre hábitos alimentares, prática de atividade física, conhecimentos em nutrição, além da escolaridade do pai, da mãe e renda familiar”, explica Frainer. Também estão sendo coletadas medidas de peso e altura para o cálculo do IMC (Índice de Massa Corporal), dobras cutâneas para classificar a adiposidade corporal e a circunferência da cintura, a fim de avaliar o risco cardiovascular.

Já o projeto de extensão contará com atividades físicas esportivas, já escolhidas pelos estudantes do campus, que foram divididas em esportes coletivos (basquete, futsal, handebol, voleibol e punhobol) e esportes individuais (atletismo, lutas, xadrez, badminton e tênis de mesa). Serão duas aulas semanais, de uma hora para cada atividade, em dias diferentes. Essas atividades serão abertas ao público externo.

Frainer explica que, paralelamente a esta ação, serão realizadas palestras sobre alimentação saudável e atividade física na rede pública de ensino de Blumenau. “A agenda dessas palestras será definida com a Secretaria Municipal de Educação e posteriormente, com as direções de cada escola. As palestras terão 45 minutos, mais 15 minutos para dúvidas dos alunos. Serão palestras interativas, buscando dialogar com os alunos”, adianta Frainer.

Projeto foi aprovado pelo IFC para receber apoio financeiro

No final do mês de fevereiro, o projeto foi um dos selecionados pelo IFC para receber recursos provenientes do orçamento da Pesquisa e da Extensão, geridos pelas respectivas pró-reitorias. O Edital 267/2017 visa projetos voltados ao desenvolvimento e à disseminação de ações integradas de Ensino, Pesquisa e Extensão que focam na melhoria e no aperfeiçoamento dos Arranjos Produtivos, Sociais e Culturais Locais (APLs) de Santa Catarina.

Texto/Fotos: Cecom/Blumenau / Gisele Silveira