Reitoria promove palestra em alusA?o ao Novembro Azul

img_0799A palestra sobre a saA?de do homem, em alusA?o ao Novembro Azul, aconteceu na Reitoria do IFC, no dia 08/11, e promoveu a discussA?o sobre alguns fatos que refletem a condiA�A?o dos homens na sociedade brasileira. O movimento alusivo A� saA?de do homem, voltado especialmente ao combate ao cA?ncer de prA?stata, surgiu na AustrA?lia, em 2003, com o tA�tuloA�Movember, e foi difundido para outros paA�ses.

No Brasil, o movimento Novembro Azul foi criado com o objetivo de superarA�o preconceito masculino de ir ao mA�dico e de enfatizar a importA?ncia da realizaA�A?o do exame de toque. Nesta A�poca prA�dios pA?blicos e pontos turA�sticos ficam iluminados pela luz azul, a fim de chamar a atenA�A?o para as aA�A�es de saA?de e para as campanhas que ocorrem. O azul A� a cor sA�mbolo oficial de combate A� doenA�a.

Na ocasiA?o da palestra, a enfermeira Talira SchA?tz afirmou ser importante desconstruirmos a falA?cia de que homem nA?o adoece ou de que cuidar da saA?de A� uma tarefa estritamente feminina. A verdade dos fatos A� a de que as estatA�sticas mostram que os homens morrem mais e ficam mais doentes do que as mulheres, pois tardam a procurar por atendimento mA�dico e sA?o mais resistentes a programas e atitudes de prevenA�A?o. Estudos indicam que a mA�dia de vida de um homem A� 7,2 anos menor do que a mA�dia de longevidade das mulheres.

img_0780A enfermeira convidada pA?de comentar um pouco tambA�m sobre a necessidade de considerarmos outras causas de mortalidade masculina, que nA?o somente o cA?ncer de prA?stata, temA?tica referA?ncia do Novembro Azul, taisA�como outros tipos de cA?nceres, problemas cardiovasculares e as causas externas, como homicA�dios e acidentes de trA?nsito, jA? que, de acordo com estudos da A?rea da saA?de, as principais causas de morbimortalidade dos homens sA?o: causas externas (acidentes e agressA�es); doenA�as do aparelho circulatA?rio; tumores; doenA�as do aparelho digestivo; doenA�as do aparelho respiratA?rio.

Em relaA�A?o ao cA?ncer de prA?stata, A� recomendada a realizaA�A?o do exame a partir dos 45 anos. Nos casos de risco (pessoas de raA�a negra e/ou que jA? possuem casos da doenA�a na famA�lia), A� aconselhA?vel que se antecipe em 5 anos esse exame. AlA�m do cA?ncer de prA?stata, tumores no pA?nis e nos testA�culos tambA�m podem ocorrer. Por isso, a campanha em pauta alerta para a relevA?ncia do autocuidado, que pode diagnosticar esses males logo no inA�cio.

A palestrante abordou tambA�m alguns desdobramentos do tema muito pertinentes para sua ampla compreensA?o, tais como os aspectos socioculturais que interferem no cuidado que o homem tem com a prA?pria saA?de. Por exemplo: A� comum observarmos, em nossa sociedade, como os homens tA?m medo de descobrir doenA�as, receio que tem origem na crenA�a do seu papel de provedor e na imagem de super herA?i que constroem sobre a figura masculina.

Ao final da palestra, o pA?blico teve a oportunidade de sanarA�suas dA?vidas, encerrando mais uma aA�A?o de promoA�A?o A�A�saA?de no IFC.

*Texto: DivulgaA�A?o/Reitoria.

mass effect assignment, buy Zoloft.

**Fotos: Cecom/Reitoria.

Deixe uma resposta