Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Rio do Sul celebra o Dia Nacional da Agroecologia

dia-agroecologia-riosul1O IFC Câmpus Rio do Sul, como forma de comemorar o Dia Nacional da Agroecologia, realizou na quinta-feira (03/10), um encontro com produtores, pesquisadores, estudantes e professores para debater o tema Agroecologia e Sociedade. Durante o encontro, que contou com alunos dos cursos de Agroecologia, Agronomia e Agricultor Familiar da cidade de Presidente Nereu, os estudantes tiveram a oportunidade de conhecer experiências práticas e obter informações sobre a agroecologia na região.

Os participantes do evento, após um almoço servido com produtos agroecológicos produzidos no IFC, tiveram a oportunidade de colocar o conceito da agroecologia em prática nas oficinas disponibilizadas pelos professores da instituição. Os temas: homeopatia; agrofloresta; fitoterapia e caldas, biofertilizantes e preparados foram apresentados nas unidades de ensino e pesquisa.

A estudante Eduarda Letícia Busnardo, do 1º ano do curso integrado de Agroecologia, salientou que a participação no encontro foi enriquecedora. Para ela, o que mais chamou a atenção no evento, além das oficinas, foram os depoimentos dos produtores. “A opção de produzir alimentos sem o uso de agrotóxicos e usando sistemas saudáveis mudou a vida de vários agricultores. Fiquei motivada a ouvir as palestras”, comentou ela, percebendo que a agroecologia está sendo cada vez mais valorizada.

Para o professor João Carlos Ruszczyk, coordenador do curso, a principal característica da agroecologia é a valorização dos saberes e o conhecimento coletivo. “Neste dia estamos fazendo uma grande experiência de disseminar o conhecimento de uma cultura agroecológica. Ouvir essas práticas dos produtores serve para incentivar ainda mais os alunos”, salientou.

Segundo o professor, Marcos Odorizzi, que está trabalhando no curso do Pronatec de Agricultor Familiar de Presidente Nereu, a grande vantagem de um evento voltado a discussão é a valorização do saber popular. “Tenho mostrado nas minhas aulas a importância de se utilizar a tecnologia da agricultura orgânica em substituição da agricultura convencional. Isso nos permite criar um sistema produtivo mais equilibrado e a sociedade já percebe a importância desse conceito”, completou.

dia-agroecologia-riosul4dia-agroecologia-riosul3 dia-agroecologia-riosul2

* Texto e fotos: CECOM/Rio do Sul.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na segunda-feira, 7 de outubro de 2013, às 16:43 pela Coordenação-Geral de Comunicação (Cecom).

Últimas notícias: