Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Rio do Sul recebe a Conferência Territorial de Assistência Técnica e Extensão Rural

rio-dosul-evento1O IFC – Campus Rio do Sul, sediou, no dia  08/12, a etapa territorial da 2ª Conferência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER), que tem como objetivo aprofundar o debate entre “Ater, Agroecologia e Alimentos Saudáveis”. Segundo a delegada do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) em SC, Luci Choinaki, a conferência visa mobilizar agricultores e suas lideranças, técnicos que atuam em ATER e representações de diversas instituições públicas e privadas ligadas ao tema, para discutir o contexto atual e os desafios futuros da extensão rural no território, estado e país.
Para o diretor de Políticas da Agricultura Familiar e da Pesca do governo de Santa Catarina, Hilário Gottselig, a conferência da ATER procura realizar uma sintonia entre os agricultores e entidades que prestam serviços à sociedade, visando reduzir os erros das políticas públicas do setor. “Queremos discutir as linhas, diretrizes, estratégias e as ações que o Estado promoverá, visando ao desenvolvimento da agricultura sustentável”, comentou.
Durante o evento, que reuniu mais de 100 participantes, foram formuladas propostas para fortalecer e qualificar a assistência técnica e extensão rural, a partir das especificidades da região, e escolhidos 30 delegados que representarão o Alto Vale nas próximas discussões.

CALENDÁRIO
O professor André Raupp, que atua nos cursos técnicos e de agronomia do IFC – Campus Rio do Sul e, atualmente, coordena o Núcleo de Extensão em Desenvolvimento Territorial do Território Rural do Alto Vale do Itajaí, explica que, até fevereiro de 2016, acontecerão conferências similares em todas as regiões do estado. Em abril, as propostas levantadas nesses eventos serão debatidas em uma conferência estadual.
Ainda no primeiro semestre de 2016, ocorrerá uma Conferência Nacional, que reunirá as propostas do estado com as demais regiões do país, resultando num documento final. Trata-se de um processo de construção que, através do diálogo e da participação social, visa aprimorar a política de assistência técnica e extensão rural do país em três eixos: Sistema Nacional de Ater – Fortalecimento Institucional, Estruturação, Gestão, Financiamento e Participação Social; Políticas Públicas para a Agricultura Familiar e Formação e Construção de Conhecimentos na Ater.

Ater
Segundo o Documento de Referência da 2ª Conferência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural, a missão da assistência técnica e extensão rural é participar da promoção e animação de processos capazes de contribuir para a construção e execução de estratégias de desenvolvimento rural sustentável, centrada na expansão e no fortalecimento da agricultura familiar e das suas organizações, por meio de metodologias educativas e participativas, integradas às dinâmicas locais.
A ATER busca viabilizar as condições para o exercício da cidadania e a melhoria da qualidade de vida da sociedade.

rio-dosul-evento2

*Texto e fotos: CECOM/Rio do Sul.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na quarta-feira, 16 de dezembro de 2015, às 19:16 por Nicole Trevisol.

Últimas notícias: