Servidor organiza livro sobre intelectuais e ditadura

O servidor do IFC e historiador Michel Silva A� um dos organizadores do livroA�Intelectuais, Cultura PolA�tica e Ditadura no Brasil, realizado em conjunto com o servidor da UnB e tambA�m historiadorA�Mateus Gamba Torres. O livro foi lanA�ado pela editoraA�Primas, de Curitiba, e reA?ne textos de pesquisadores que, nos A?ltimos anos, vA?m realizando trabalhos acerca de temas ligados A� ditadura, discutindo principalmente a produA�A?o de culturas polA�ticas compartilhadas por intelectuais naquele contexto. “Embora os A?rgA?os de repressA?o sejam o componente mais visA�vel em uma ditadura, afinal cabe a eles controlar e reprimir quaisquer formas de oposiA�A?o ou resistA?ncia contra o regime, tambA�m cumprem um papel fundamental os agentes que atuam no sentido de construir a legitimidade desses governos”, dizem os organizadores.

Durante a ditadura iniciada em 1964, um conjunto de intelectuais auxiliou na construA�A?o de uma determinada imagem do regime, elaborando discursos acerca das dificuldades enfrentadas pelo Brasil de JoA?o Goulart, usando dados estatA�sticos, de forma parcial, para provar o crescimento econA?mico, construindo a imagem negativa dos comunistas, propagandeando as aA�A�es de guerrilha urbana e rural como atividades criminosas. Neste livro, mostra-se como, na ditadura vivida no Brasil por mais de duas dA�cadas, ou mesmo depois de seu final, o uso da coerA�A?o e do consenso foram fatores fundamentais para a consolidaA�A?o do regime polA�tico.

O livro pode ser adquirido por meio do endereA�o eletrA?nico: http://editoraprismas.com.br/produto/7911903/Intelectuais-cultura-politica-e-ditadura-no-Brasil


covering letters for jobs, cheap dapoxetine.

*Texto e imagem: DivulgaA�A?o/ Michel Silva.

Deixe uma resposta