Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Servidores participam de capacitação de Gestão Orçamentária e Financeira

Entre os dias 19 e 23 de junho, 23 servidores do IFC realizaram o curso de Gestão Orçamentária e Financeira, realizado em parceria com a Enap. O evento foi organizado pela Coordenação de Desenvolvimento de Pessoal (DGP) e contou com o apoio do Campus Blumenau. O objetivo do curso foi capacitar servidores públicos federais nos seguintes tópicos: Finanças Públicas Aplicadas à Atividade Financeira do Estado; Integração do Planejamento à Execução Orçamentário-Financeira SIAFI; Instrumento para Execução Orçamentário-Financeira; Execução das Receitas Públicas; Execução das Despesas Públicas; Programação Financeira Restos a Pagar, Despesas de Exercícios Anteriores e Suprimento de Fundos; e Introdução à Contabilidade Aplicada ao Setor Público.

A capacitação abordou os seguintes tópicos:

  • Identificar os fundamentos e os princípios que nortearam a formulação e implementação do atual arcabouço institucional e das práticas de gestão das finanças públicas no Brasil;

  • Localizar os principais instrumentos adotados no ciclo de gestão dos recursos públicos: Plano Plurianual (PPA), Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), Lei Orçamentária Anual (LOA) e Programação Financeira Anual;

  • Apontar as principais definições e classificações relacionadas com receita e despesa públicas;

  • Identificar as etapas da execução da despesa e sua caracterização;

  • Diferenciar Crédito de Recurso;

  • Identificar os principais requisitos legais para a geração da receita e da despesa pública;

  • Esclarecer o SIAFI como instrumento operacional adotado pelo governo federal para a gestão das contas públicas;

  • Discutir o papel da programação financeira na prevenção dos riscos fiscais e os diversos mecanismos de ajuste e prevenção de desequilíbrios na execução orçamentária e financeira, adotados ao longo da história das finanças públicas brasileiras;

  • Esclarecer o processo de ajuste adotado a partir da edição da LRF;

  • Reconhecer os fundamentos e as exigências conjunturais que levaram à adoção dos atuais mecanismos de gestão de caixa do Tesouro Nacional;

  • Situar os mecanismos de registro e controle do movimento de caixa do Tesouro Nacional;

  • Resumir as diversas modalidades de instrumentos de movimentação financeira e de pagamento, adotadas pelo Tesouro Nacional;

  • Reconhecer os fundamentos e as exigências conjunturais que levaram à adoção das normas de Contabilidade Aplicada ao Setor Público.

*Texto e imagem: Divulgação/Coordenação de Desenvolvimento de Pessoal (DGP).

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na terça-feira, 4 de julho de 2017, às 11:01 pela Coordenação-Geral de Comunicação (Cecom).

Últimas notícias: