Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Simpósio fala sobre a importância das feiras de matemática

O primeiro dia do VI Seminário Nacional de Avaliação e Gestão das Feiras de Matemática, que aconteceu no Instituto Federal Catarinense (IFC) – Campus Camboriú de 5 a 7 de julho, contou com o simpósio para debater o papel das feiras de matemática. A mesa, mediada pela professora de Matemática no IFC – Campus Rio do Sul, Fátima de Oliveira, foi composta pelo professor do Departamento de Matemática da Furb, Vilmar José Zermiani, um dos principais idealizadores e fomentadores das feiras de matemática do Brasil, e da presidente da Sociedade Brasileira de Educação Matemática (SBEM), Regina Grando.

Confira abaixo o áudio com Vilmar, Regina e José sobre a importância das feiras.

Vilmar aproveitou a oportunidade para contextualizar a construção histórica das feiras, que surgiram em Santa Catarina e, por meio de parcerias, foi ganhando corpo e se espalhando pelo território nacional. “São 33 anos de fomento com o objetivo de promover ações de melhorias do ensino da ciência matemática”, disse.

Para Regina, a educação matemática é a junção do pensar de vários profissionais em que cada campo de pesquisa conversa com áreas diversas. “A articulação entre teoria e prática pela matemática é um dos nossos principais desafios. Vemos nas feiras crianças falando com autonomia e com propriedade sobre os aprendizados. Reativar as regionais é um dos projetos da SBEM como forma de chegar à sala de aula e colaborar com as práticas pedagógicas, e vice-versa”, explica ela.

José Paulo Pereira, professor do Instituto Federal do Acre (IFAC) acompanhou atento os dias de evento, uma vez que o estado receberá em maio de 2018 a VI edição da Feira Nacional de Matemática. “Em 2013 trouxemos os alunos para conhecer a feira e nos apaixonamos pelo trabalho. Em 2016 realizamos a primeira feira estadual e agora nos preparamos para sediar a etapa nacional. Será um evento grandioso para o Acre, além de ser a primeira vez que o evento sai do eixo SC-BA. Vemos como uma oportunidade do professor e do estudante vivenciar as diferentes maneiras de ensinar e aprender a matemática, as feiras são um novo olhar para o ensino de matemática”, finaliza ele.

Confira todas as fotos acessando a nossa FanPage no Facebook AQUI.

*Texto, áudio e fotos: Cecom/Reitoria, por Nicole Trevisol | Jornalista MTE 02499 JP-SC.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na quarta-feira, 19 de julho de 2017, às 14:06 pela Coordenação-Geral de Comunicação (Cecom).

Últimas notícias: