Sinapse da InovaA�A?o com inscriA�A�es abertas

SinapseResponsA?vel pela criaA�A?o de quase 300 startups cover letter for jobs, order dapoxetine. inovadoras, pela geraA�A?o de mais de 1,2 mil empregos diretos e de 94 patentes desde sua operaA�A?o piloto em 2008, o programa de incentivo ao empreendedorismo inovador, Sinapse da InovaA�A?o, chega A� sua 5A? ediA�A?o em Santa Catarina. O lanA�amento ocorreu em FlorianA?polis no A?ltimo dia 26 de agosto, durante o Fomento A� InovaA�A?o SC, e as inscriA�A�es estarA?o abertas de 21 de setembro a 5 de novembro atravA�s do site http://sc.sinapsedainovacao.com.br/.
A FundaA�A?o de Amparo A� Pesquisa e InovaA�A?o do Estado de Santa Catarina (FAPESC), promotora do Sinapse, disponibiliza atA� R$ 60 mil em recursos para cada uma das 100 empresas selecionadas. O valor representa R$ 10 mil a mais do que o oferecido nas A?ltimas operaA�A�es, quando cada projeto recebia R$ 50 mil em recursos. Os selecionados ainda recebem apoio de outros parceiros do programa, como o Sebrae, que disponibilizarA? R$ 24 mil em consultoria para cada uma das empresas contempladas. O Sinapse A� conduzido pela FundaA�A?o CERTI, de FlorianA?polis.
Pela primeira vez em sua histA?ria, o Sinapse oferecerA? bolsas de auxA�lio aos empreendedores. Cada projeto poderA? solicitar uma bolsa por 12 meses. Participantes com nA�vel de graduaA�A?o receberA?o valor mensal de R$ 2,5, e, com mestrado, de R$ 3,5 mil. O bolsista nA?o pode ser o coordenador do projeto, possuir vA�nculo empregatA�cio ou acumular outras bolsas durante o perA�odo. Com as bolsas, o recurso a ser disponibilizado pela FAPESC gira em torno de R$ 10 milhA�es.
Como funciona
Na primeira fase, os interessados apresentam suas ideias de negA?cio e a equipe de trabalho. O objetivo A� verificar se a ideia A� inovadora, se traz benefA�cios para a regiA?o e se tem potencial de mercado. Passam para a segunda fase atA� 300 propostas, e os selecionados devem, entA?o, elaborar um projeto de empreendimento, detalhando o plano de negA?cio executivo com o objetivo de demonstrar o potencial da ideia para gerar um bom negA?cio. Ao longo dessa etapa, sA?o oferecidas capacitaA�A�es aA�distA?ncia para auxiliar o empreendedor. A terceira fase, para a qual passam atA� 200 das propostas ainda em jogo, consiste no desenvolvimento de um projeto de fomento, com apresentaA�A?o detalhada do orA�amento e do planejamento de execuA�A?o do projeto. Os finalistas sA?o contemplados com subvenA�A?o em dinheiro e capacitaA�A?o prA�-incubaA�A?o.
HistA?ria
O Sinapse da InovaA�A?o foi concebido pela FundaA�A?o CERTI e apoiado pela FAPESC, em 2008, com o objetivo de aumentar o investimento em inovaA�A?o tecnolA?gica no estado a partir da transformaA�A?o de ideias inovadoras em negA?cios de sucesso. De marA�o de 2008 a fevereiro de 2009, foi realizada a operaA�A?o piloto do programa, que atingiu apenas a Grande FlorianA?polis e que ajudou a criar 13 empresas inovadoras.
Ainda em 2009, foi realizada a OperaA�A?o I, com abrangA?ncia estadual. 61 empreendimentos foram criados e apoiados. Entre 2010 e 2011, na OperaA�A?o II, 48 novas empresas inovadoras foram criadas. Na operaA�A?o III, desenvolvida de setembro de 2011 a abril de 2013, chegou-se ao nA?mero de 88 empresas apoiadas. A A?ltima operaA�A?o, realizada de junho de 2013 a novembro de 2014, selecionou 93 projetos, que se tornaram novas empresas inovadoras em Santa Catarina. Alguns dos projetos impulsionados pelo Sinapse nos A?ltimos anos acabaram se tornando grandes empresas a nA�vel regional e nacional. A� o caso da Welle Laser, especializada na manufatura de mA?quinas e equipamentos para marcaA�A?o e gravaA�A?o a laser e micro usinagem, e da Chaordic, lA�der nacional no mercado de recomendaA�A�es personalizadas para comA�rcio eletrA?nico.
a�?O Sinapse se encaixa muito bem no ecossistema inovador de Santa Catarina, pois acaba preenchendo um vA?cuo que existia. Ao dar uma chance para aquelas pessoas que tinham apenas uma ideia, mas nA?o sabiam por onde comeA�ar, criou-se uma verdadeira cultura do empreendedorismo no Estadoa�?, analisa Leandro Carioni, diretor executivo da FundaA�A?o CERTI e coordenador do programa.
O Sinapse tambA�m contribui para o estabelecimento da ponte entre academia e indA?stria em Santa Catarina. Muitas das ideias vA?m de pessoas ainda na universidade, tanto de cursos de graduaA�A?o como de pA?s-graduaA�A?o. No inA�cio deste ano, o modelo foi exportado para o estado do Amazonas, onde a primeira ediA�A?o ainda estA? em andamento. Na primeira fase do Sinapse AM, foram inscritas quase 1,2 mil ideias. AlA�m disso, apresentamos o teaser da quinta ediA�A?o do programa: https://youtu.be/J7z_PcWlzz0

* Texto: Equipe Sinapse da InovaA�A?o.

Deixe uma resposta