Estudantes do Campus São Francisco do Sul são destaque na Olimpíada Brasileira de Robótica 2019

Os estudantes Eric Grochowicz e André Felipe dos Santos Silva, do curso Técnico Integrado em Automação Industrial do Campus São Francisco do Sul, receberam as medalhas de Ouro e Prata nacionais, respectivamente, na modalidade teórica da Olimpíada Brasileira de Robótica – OBR 2019. Além de Eric e André, outros alunos do campus também receberam o certificado de Mérito Estadual da competição – ou seja, estão entre os 10% melhores de Santa Catarina. São eles:

  • Ana Beatris De Souza (3º Ano)
  • Ben-Hur De Oliveira Couceiro (3º Ano)
  • Crizan Izauro Camilo da Silva (1º Ano)
  • Douglas Killian Klein (2º Ano)
  • Eros Marlon Da Rocha (3º Ano)
  • Gabriel Doin (2º Ano)
  • Giovana Darrós Da Silva (3º Ano)
  • João Luiz De Assis Machado de Jesus (2º Ano)
  • Thairan Thomazelli Mendes (2º Ano)

Com parte de sua premiação, os medalhistas vão participar de um minicurso de Robótica que visa introduzir o estudante que realizou a prova teórica no mundo da robótica móvel inteligente – ensinando-o a projetar, programar e competir com robôs.  O curso será durante a etapa nacional da modalidade prática da Olimpíada, realizada de 22 a 26 de outubro em Rio Grande-RS.

Destaque na estreia – Esta é a primeira vez que estudantes do campus participam da competição. Os alunos foram inscritos na OBR pelo professor Vitor Mateus Moraes e contaram com acompanhamento da coordenadora do Curso Técnico Integrado em Automação Industrial, professora Kamila Mariana Devegili e do professor Rômulo Schweitzer.

A Olimpíada Brasileira de Robótica – uma das maiores olimpíadas científicas brasileiras – tem o objetivo de estimular os jovens às carreiras científico-tecnológicas, identificar jovens talentosos e promover debates e atualizações no processo de ensino-aprendizagem brasileiro. Este ano, só a modalidade teórica com a participação de mais 181 mil estudantes de instituições públicas e privadas do ensino fundamental, médio ou técnico de todo o país

A proposta das provas é apresentar problemas na temática de robótica que possam ser solucionados a partir de ferramentas e conceitos compreendidos no currículo escolar básico. Além disso, pelo caráter multidisciplinar da robótica, as provas podem abordar conteúdos transversais, como ciências, física, matemática, geografia, história e linguagens. O Manual de Estudos é elaborado a partir dos documentos da Base Nacional Comum Curricular e das Matrizes de Referência estabelecidas pelo Ministério da Educação.

A OBR conta com apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Ministério da Educação (MEC) e Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Texto:  Cecom/São Francisco do Sul
Imagens: Divulgação/OBR e Cecom/São Francisco do Sul

Equipe do IFC participou do Projeto Rondon em parceria com a Udesc

Estudantes Ana Merissa Damasceno e Emanuele de Oliveira, do curso de licenciatura em Química do IFC Brusque, e André Bezerra, de Engenharia Elétrica do IFC São Francisco do Sul, participaram das operações do projeto Rondon, coordenado pelo Núcleo Extensionista Rondon (NER) da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). O projeto atendeu 12 municípios na região da Associação de Municípios do Oeste Catarinense, entre os dias 10 e 20 de julho, com atividades nas áreas de comunicação, cultura, direitos humanos e justiça, educação, meio ambiente, trabalho, saúde, tecnologia e produção.

Objetivo do projeto é promover a interação da comunidade acadêmica com a sociedade por meio da troca de conhecimentos, bem como contribuir com soluções sustentáveis para a inclusão social e a redução das desigualdades regionais e colaborar com o processo de desenvolvimento e fortalecimento da cidadania dos estudantes participantes. Este ano, a iniciativa é denominada “Operação Gilmar Gomes”, em homenagem ao professor da Udesc e entusiasta do NER falecido em fevereiro.

Estudantes do IFC foram acompanhados pelo professor Eddy Ervin Eltermann, do Campus Brusque. “Projeto Rondon é uma ótima possibilidade de colocar em prática os conhecimentos adquiridos em aula, bem como, de desafiar os estudantes para efetuarem oficinas sobre temas que talvez eles pouco acessem durante seu processo de formação. Coloca os alunos em situações de desafio e realiza uma troca com a comunidade”, destaca o professor que coordenou a equipe em Sul Brasil com Leila Maria Matos, servidora da Udesc.

Ana Merissa Damasceno e André Bezerra integraram a equipe em Nova Itaberaba. “A convivência é fantástica e as oficinas nos fazem refletir sobre nosso papel na sociedade. Se no próximo ano tiver oportunidade, com certeza estarei de volta, onde quer que seja a próxima operação”, revela Bezerra.

Emanuele de Oliveira atuou em Coronel Freitas. “O aprendizado no Rondon é fantástico, pois convivemos com estudantes de diferentes áreas do conhecimento e com diferentes histórias de vida em uma cidade onde não conhecíamos ninguém. É um desafio, mas é engrandecedor”, define a estudante.

Além do IFC, a parceria contou também com a participação da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) e Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc). Cerca de 150 rondonistas realizaram as atividades nos municípios de Águas Frias, Arvoredo, Caxambu do Sul, Chapecó, Cordilheira Alta, Coronel Freitas, Guatambu, Nova Itaberaba, Pinhalzinho, Planalto Alegre, São Carlos e Sul Brasil.

Texto: Cecom/Reitoria/Rosiane Magalhães
com informações e fotos do professor Eddy Ervin Eltermann

Definidas comissões eleitorais locais para Eleições 2019

Na Reitoria, comissão realizou a assembleia para escolha dos representantes dos TAE na sexta, dia 17.

Comissões eleitorais locais dos campi, campi avançados e Reitoria, para condução do Processo de Consulta 2019, foram nomeadas nesta terça-feira, dia 21, por meio da Resolução ad referendum nº 005 do Conselho Superior – Consuper. O documento pode ser consultado na página do Processo de Consulta 2019, no Portal do IFC.

Estas comissões são compostas por representantes dos professores, técnicos administrativos e estudantes. Os nomes foram definidos em assembleias organizadas nas respectivas unidades do IFC.

Em 2019 serão realizadas eleições para escolha dos cargos de reitor(a); de diretores(as)-gerais dos campi em Araquari, Blumenau, Brusque, Camboriú, Concórdia, Fraiburgo, Ibirama, Luzerna, Rio do Sul, Santa Rosa do Sul, São Bento do Sul, São Francisco do Sul e Videira; e também dos novos membros do Consuper.

Texto: Cecom/Reitoria/ Rosiane Magalhães
Imagem: Cecom/Reitoria/Carlos Pieri

IFC lança vídeos institucionais dos campi

A partir de agora, todos os 15 campi do Instituto Federal Catarinense (IFC) contam com um vídeo institucional próprio. A ação de comunicação foi definida pelas equipes de Comunicação da Reitoria e dos campi em consonância com os objetivos do Plano Bianual de Comunicação do IFC 2018/2019, que versam sobre o fortalecimento e a consolidação da identidade e imagem institucional.

Produzidos pela Foco Propaganda, agência de publicidade, os vídeos são compostos por imagens das regiões em que estão inseridos os campi e de estudantes e servidores da instituição. A seleção das cenas também busca retratar os espaços físicos e as vivências realizadas cotidianamente nas unidades do IFC. Os roteiros foram elaborados em conjunto pelas equipes da produtora e da Cecom Reitoria, mediante consulta realizada aos comunicadores nos campi.

“Os materiais audiovisuais em questão são uma importante forma de divulgação, pois tratam especificamente da realidade de cada campus, situando o público com relação à região onde a unidade está inserida; às estruturas e aos ambientes que a compõem; e à oferta do serviço à população em geral, a partir da apresentação da atividade fim do IFC, como um todo, qual seja, a educação pública e gratuita de qualidade, em diversos níveis e modalidades. O objetivo dessas produções resume-se, portanto, a proporcionar ao público o conhecimento tanto das singularidades de cada campus do IFC quanto dos aspectos que conferem identidade à instituição”, explica Rafaela Zorzetto de Camargo, coordenadora-geral de Comunicação (Cecom) no IFC.

Em apenas dois dias, a playlist com os vídeos, no canal do IFC no YouTube, atingiu 1.649 visualizações. Clique aqui para assistir.

Texto: Cecom/Reitoria / Rosiane Magalhães
Arte: Cecom/Reitoria / Poliana Souza

Novos servidores tomaram posse

Na sexta-feira, 18 de janeiro, cinco novos servidores do IFC foram recebidos na Reitoria da instituição, em Blumenau, para a cerimônia de posse. O ato foi conduzido pelo reitor substituto Fernando Garbuio, o diretor de Gestão de Pessoas, Bruno Dutra Vieira, e a coordenadora-geral de Admissão, Movimentação, Saúde e Desenvolvimento de Pessoal, Luciane Hiebert.

Barbara Arruda Nogueira tomou posse para o cargo de Técnico de Laboratório, na área de Química, e Vanderleia Trevisan da Rosa como professora na área de Engenharia Agrícola. Ambas atuarão no Campus Abelardo Luz. Carlos Eduardo Pieri tomou posse como Técnico em Audiovisual e atuará na Reitoria. Igor Engel Cansian foi empossado para o Campus São Francisco do Sul como Técnico de Laboratório, na área de Automação. Robson Lunardi tomou posse como Engenheiro Agrônomo para o Campus Santa Rosa do Sul.

Na ocasião, todos foram orientados sobre seus deveres e direitos enquanto servidores públicos federais.

Texto: Cecom/Reitoria/Rosiane Magalhães
Fotos: Cecom/Reitoria/Edwin Müller

Dois pedidos de patente foram assinados em maio

Reitora do Instituto Federal Catarinense (IFC), Sônia Regina de Souza Fernandes, e o pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (Propi), Cladecir Alberto Schenkel, assinaram a autorização do sexto e sétimo pedido de patente do IFC, por meio do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) e da Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (Propi), no dia 10 de maio. Os pedidos foram requeridos respectivamente por meio do Protocolo (BR 10 2018 011180 9) e (BR 20 2018 010995 8) ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI).

“A pesquisa aplicada é um dos nossos objetivos previsto na lei de criação do Instituto. A proteção de tecnologia é de suma importância para atingirmos esse objetivo, com intuito de beneficiar a comunidade com soluções novas para nossos problemas cotidianos”, acrescentou o Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação, Cladecir Alberto Schenkel.

“IFC tem compromisso na dimensão tecnológica e inovadora inclusive com a transferência de tecnologia. Assim, estas ações da Propi são importantes para avanço nessas áreas”, destacou a reitora.

O sexto pedido de patente foi desenvolvido no IFC Campus Concórdia. A invenção é resultado de um projeto de pesquisa fomentado pelo Programa de Iniciação de Desenvolvimento Tecnológica e de Inovação – PIBITI, Edital nº023/PROPI/IFC/2016, desenvolvido pelos professores Alessandra Farias Milezzi e Hewerton Enes de Oliveira e os estudantes Taciara Penno do Amaral, Karine Dalla Costa e Vanessa Schuh. Intitulada “Óleo Essencial de Cymbopogon Contra Salmonella Typhimirium” e trata-se de um óleo composto de Cymbopogon que é um gênero botânico pertencente à família Poaceane, subfamília Panicoideae, tribo Andropogoneae e que é usado como antibacteriano contra a bactéria Salmonella Typhimirium.

O sétimo pedido de Patente foi desenvolvido no IFC Campus São Francisco do Sul, o modelo de utilidade é resultado da pesquisa desenvolvida pelo professor Eduardo Augusto Werneck Ribeiro, intitulado: “Aparelho Medidor de Arquitetura de Copa de Árvore” e trata-se de um equipamento que faz a medição da arquitetura de uma árvore, através do uso de imagem a laser, possuindo informações horizontais, verticais e altimétricas.

Outras informações sobre registro de patentes podem ser solicitadas para a equipe do NIT por meio do e-mail nit@ifc.edu.br

Texto: Cecom Reitoria / Rosiane Magalhães

Estudantes de Blumenau, São Francisco do Sul e Araquari receberam ações sobre NIT

Nas últimas semanas, a equipe da Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (Propi) do IFC vêm desenvolvendo ações nos campi com objetivo de disseminar a cultura de inovação na instituição e promover o entendimento acerca do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) entre os estudantes e servidores.

Blumenau – Dia 8 de maio, foi a vez do IFC Campus Blumenau receber a palestra “O Núcleo de Inovação Tecnológica – NIT”, com a participação de cerca de 60 estudantes dos cursos superiores em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Engenharia Elétrica. Apresentação foi conduzida pelo coordenador do NIT do IFC, Rafael Paes de Barros e pelo diretor da Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (Propi), Eduardo Augusto Werneck Ribeiro e acompanhada pela coordenação de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do campus. Em seguida, foi realizado uma atividade de orientação aos alunos com ideias inovadoras com propósito de identificar potenciais tecnologias a serem desenvolvidas e protegidas.

São Francisco do Sul – Em 9 de maio, foi ministrada a palestra “Desvendando o Núcleo de Inovação Tecnológica e a Propriedade Intelectual”, no IFC Campus São Francisco do Sul, para cerca de 100 alunos dos cursos técnicos em Administração, em Automação Industrial e em Guia de Turismo. Novamente, Eduardo Augusto Werneck Ribeiro e Rafael Paes de Barros realizaram uma atividade de orientação aos alunos com ideias inovadoras. “Foi realizado uma articulação junto a Patricia Devantier Neuenfeldet, coordenadora de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do campus, para a oferta de oficina e demais ações em eventos internos”, conta coordenador do NIT.

Araquari – Também no dia 9 de maio, a equipe realizou a palestra “Desvendando o Núcleo de Inovação Tecnológica e a Propriedade Intelectual”, no IFC Campus Araquari. Participaram cerca de 90 alunos dos cursos superiores em Sistemas de Informação e em Agronomia e do curso técnico em Química.

“Sendo uma das ações pactuadas do IFC pelo Pacto pela Inovação, o NIT segue desenvolvendo ações nos campi do IFC e promovendo a cultura institucional a inovação”, explica Barros.

Texto: Cecom/Reitoria / Rosiane Magalhães

Projeto PA?scoa SolidA?ria realiza aA�A?o em escola municipal

A PA?scoa SolidA?ria A� um projeto que faz parte do programa de extensA?o IFC SolidA?rio, desenvolvido na disciplina de Empreendedorismo do terceiro semestre do Curso Subsequente em AdministraA�A?o, ministrada pelo Professor Luciano Rosa no IFC Campus SA?o Francisco do Sul. Fizeram parte do Projeto, alA�m do Professor Luciano Rosa, os discentes Amanda Schmitz, Ana Elizabeth dos Santos, Elizabete de FA?tima Pereira Patrocinio, Franciele Rei Bueno, Francine Gabriela Cardoso, Gabrieli Rosa Zuzarte, Iverson Eduardo Silveira, JA�ssica Rodrigues de Almeida, Karina Hostin Tavares, Karine Xavier de Ramos Passold Cota, LuciA�rica CA?ssia Rodrigues Ferreira, Luiza dos Santos Aristich, Marilia Dias Pinheiro, Rafaela Tavares, Rodrigo de Almeida, Silvia IgnA?cio, Thayni Dafne Marques.

Para viabilizar o projeto, os alunos contaram com doaA�A�es de toda comunidade acadA?mica do Campus SA?o Francisco do Sul (docentes, tA�cnicos educacionais e administrativos e discentes), bem como da comunidade externa, que, por meio da interferA?ncia de nossos discentes e docentes, tambA�m colaboraram, organizando, dessa forma, uma cadeia de solidariedade, com o objetivo de proporcionar aos alunos do Ensino Fundamental I, da Escola BA?sica Municipal Profa. Ida Beatriz Brunato de Camargo, um momento de felicidade ao receberem uma lembranA�a para comemorar a PA?scoa.

Com a arrecadaA�A?o, foi possA�vel atender a 250 crianA�as, da prA�-escola ao 5A? ano, dos perA�odos matutino e vespertino.

writing help, purchase clomid. Fonte: Site do Campus SFS