Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Trabalhos de Luzerna são apresentados durante congresso em MG

Quatro trabalhos desenvolvidos por alunos e professores do Instituto Federal Catarinense (IFC) Campus Luzerna foram apresentados na sétima edição do Congresso Brasileiro de Extensão Universitária (CBEU), que ocorreu entre os dias 7 e 9 de setembro na Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), em Minas Gerais. O evento contou com mais de 3.100 participantes, e mais de 2 mil trabalhos científicos inscritos de todo o Brasil.

14256418_1094418813973521_296139867_n

Professor Illyushin durante a apresentação dos trabalhos

O IFC Luzerna esteve presente com os seguintes trabalhos: “Inclusão Digital e Extensão Tecnológica: a Tecnologia de Robótica Pedagógica Lego Mindstorms como Ferramenta Inclusiva nas Escolas Públicas”, de autoria dos professores Illyushin Zaak Saraiva, Ricardo Antonello, Rafael Garlet de Oliveira, e dos alunos Yan Caion Vieira Cardozo, Ruan Machado Becker e Ruan Diego Bevilaqua; “Educação Empreendedora e Empreendedorismo Social: O Mapa Ambiental Escolar”, dos professores Illyushin Zaak Saraiva, Maurício Tavares Pereira e Eduardo Butzen, e do aluno Ruan Diego Bevilaqua; “Projeto de Embarcação Autônoma Compacta para Busca de Corpos Submersos”, do professor Ivo Montanha Junior e do aluno Artur Kvieczinski; e “Procedimentos para o Atendimento Emergencial de Alunos e Servidores do IFC Campus Luzerna”, do professor Ivo Montanha Junior e da aluna Renata Facchin.

De acordo com o coordenador de Extensão do campus, Roberto Carlos Rodrigues, os projetos apresentados sinalizam o grau de maturidade da instituição no que se refere às ações extensionistas. “Temos hoje um grupo de professores capacitados para exercê-las nos moldes do que preceitua a literatura especializada e conforme manda a Constituição Federal, agregando tanto para professores e alunos do campus o conhecimento popular tradicional da comunidade na qual a instituição está inserida”, destaca Roberto.

O professor Illyushin Zaak Saraiva destaca que o projeto de robótica pedagógica com a tecnologia Lego Mindstorms foi mais uma vez elogiado. “Virou o centro das atenções no pavilhão onde eu estava. Trata-se de um projeto do qual tenho muito orgulho em fazer parte e, desde 2015, coordenar, em parceria com os professores Ricardo Antonello e Rafael Garlet de Oliveira, sem os quais nada teria acontecido”, diz.

Antonello recorda que em 2014 o projeto conquistou uma medalha de prata na competição de robótica da Feira Gera, em Chapecó, derrotando na semifinal a equipe da USP. “Também ganhamos uma medalha de prata com o mesmo projeto nas edições de 2014 e 2015 da Mostra Nacional de Iniciação Científica e Tecnológica Interdisciplinar (Micti). O maior orgulho é que os bolsistas do projeto são estudantes do nosso Ensino Médio Integrado, jovens com apenas 16 anos.”

Já o professor Rafael Garlet de Oliveira lembra que o projeto foi convidado para realizar uma oficina em maio deste ano, no Piauí. “Nossos alunos foram o centro das atenções, e a oficina, que originalmente teria apenas 40 participantes, teve que ser modificada para receber mais de 200 adolescentes do Colégio Técnico de Floriano, ligado à Universidade Federal do Piauí”, diz. Outro momento de importância para a equipe envolvida foi a participação no 34º Seminário de Extensão Universitária da Região Sul (Seurs), evento que aconteceu em agosto no IFC de Camboriú.

*Texto: Cecom/Luzerna.

**Foto: Divulgação.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na quarta-feira, 28 de setembro de 2016, às 21:35 por Nicole Trevisol.

Últimas notícias: