Rede Federal terá encontro voltado a boas práticas aplicadas em campi avançados

Estão abertas as inscrições para o I Encontro dos Campi Avançados da Rede Federal de Educação, Ciência e Tecnologia, intitulado “Avançando pelo Brasil”, que será realizado nos dias 14, 15 e 16 de julho de 2021. O evento será composto por experiências exitosas de ações propositivas voltadas aos Campi Avançados dos Institutos Federais. Os interessados em fazer a submissão de relatos devem acessar a Chamada Pública nº 01/2021 da Rede Federal, disponível aqui.

A submissão do trabalho ocorrerá na forma de relato de experiência exitosa e poderá ser realizada por servidores efetivos dos campi avançados, ligados diretamente às áreas de gestão, de administração, de ensino, de pesquisa, de inovação ou de extensão. A submissão deverá ser realizada exclusivamente por meio da plataforma Even3, no endereço http://even3.com.br/apb2021. Serão selecionados 12 relatos para apresentação no evento.

Os servidores interessados em inscrever suas experiências têm até o dia 24 de junho para submeter a proposta para a banca organizadora do encontro. A divulgação final dos trabalhos selecionados será feita no dia 5 de julho, conforme o cronograma previsto no edital.

O encontro foi idealizado pelos diretores dos campi avançados, contando com a participação e apoio de reitores, pró-reitores, em especial da Câmara e do Fórum de Desenvolvimento Institucional do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (CONIF). O objetivo é proporcionar a integração de conhecimentos técnicos, tecnológicos, práticas pedagógicas, científicas, extensionistas e administrativas.

A apresentação dos trabalhos poderá ser acompanhada por toda a comunidade acadêmica da Rede Federal, que também deverá se inscrever na plataforma Even3 (http://even3.com.br/apb2021). Para mais informações e esclarecimentos, a comissão organizadora do evento disponibilizou o e-mail: avancandopelobrasil@gmail.com.

Acesse  aqui o edital.

Texto e arte: Assessoria de Comunicação – Conif

Aluna do IFC Brusque é selecionada pela Embaixada Americana no programa Jovens Embaixadores

A Embaixada dos Estados Unidos no Brasil divulgou, nesta sexta-feira, 7 de maio, o resultado do processo seletivo do Programa Jovens Embaixadores 2021. A seleção contou com 10.119 inscrições concorrendo para apenas 33 vagas.

A discente Ana Luiza Postai, do Instituto Federal Catarinense – Campus Brusque foi uma das selecionadas após uma série de etapas. Ela tomou conhecimento no ano passado, enquanto buscava possibilidades de ampliar conhecimento, mas em função da pandemia, as inscrições do programa foram prorrogadas. Este ano, após e-mail da reitoria, decidiu que buscaria mais uma vez as informações para iniciar seu processo e tentar uma das vagas.

Segundo a discente, o programa contou com uma série de etapas, iniciado pelo processo de inscrição, onde teve a contribuição dos professores Marcos João Correia e Tatiane Sueli Coutinho, tanto na organização de documentos, na Carta de Recomendação e na participação de Projeto de Extensão, o qual possibilitou a inscrição programa pela contribuição social. No segundo momento, prova escrita e, para finalizar, uma entrevista com uma funcionária do Consulado Americano. Ana conta que “eu fiquei muito ansiosa com todas as fases, mas a entrevista foi a que eu mais me preocupei”. Ela destaca ainda que “antes de eu fazer todas as etapas, participei também de um grupo de egressos, ou seja, estudantes que foram embaixadores nos anos anteriores. Neste grupo, tive a mentoria de um ex-embaixador do Paraná, que me auxiliou a compreender algumas partes do processo e me auxiliou com minhas angústias”.

O Programa Jovens Embaixadores tem uma proposta de identificar lideranças estudantis ao redor do mundo, estimulando a educação e o compromisso social como meio de transformação da sociedade. Em função da pandemia, este ano ele acontecerá de forma on line, entre 14 de junho e 13 de agosto, com uma série de palestras que envolvem liderança, cultura e comunicação, cidadania digital e mudança social, contando com embaixadores do Brasil e dos Estados Unidos.

A discente do IFC Brusque é a única representante de Santa Catarina no evento. Há que se destacar ainda que no último ano a estudante já havia sido selecionada para um programa na Inglaterra e vem tendo aulas on line com professores desta Universidade de Cambridge desde o último ano.

Texto e foto: Cecom/Brusque

Aluna do IFC Campus Brusque: próxima da Olimpíada Internacional

A aluna Gabriela Martins dos Santos, do Instituto Federal Catarinense – IFC Campus Brusque, está entre os 40 estudantes de todo o país que foram selecionados para participar do curso preparatório para defender o Brasil na Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica e Olimpíada Latino Americana de Astronomia e Astronáutica. O treinamento contará com aulas de professores de renome nacional e internacional da área.

Gabriela Martins dos Santos, do segundo ano do curso Técnico de Química Integrado ao ensino Médio, participou da Olimpíada Brasileira de Astronomia em 2020. Graças a seu excelente desempenho, Gabriela passou para a segunda etapa da seletiva que selecionou os 150 melhores alunos do Brasil. Já na terceira etapa, novamente Gabriela obteve um excelente resultado ficando entre os melhores 40 estudantes do ensino médio nacional que engloba alunos de escolas públicas e privadas.

O professor de Física e representante da Olimpíada Brasileira de astronomia no IFC Campus Brusque, Marcos João Correia, destaca a importância da participação dos alunos em eventos como estes, “Gabriela tem um potencial muito grande, sem dúvidas um exemplo de determinação para muitos alunos”.

No IFC Campus Brusque, Gabriela desenvolve trabalho de iniciação científica sob a coordenação do professor de Física Tiago Rafael Almeida Alves. O projeto em que a aluna é bolsista tem como título “A teoria da Relatividade presente na Ficção Científica”.

O diretor-geral, Eder Aparecido de Carvalho, traz que “o Instituto Federal Catarinense possibilita experiências em projetos de pesquisa, ensino e extensão. Isso certamente vai ao encontro dos interesses dos jovens intelectuais”. Lembra, ainda, que “é importante destacar o bom trabalho feito pelos profissionais da Escola Pública Padre Luiz Gonzaga Steiner – instituição onde Gabriela Martins dos Santos fez o ensino fundamental.

Gabriela Martins dos Santos enfatiza: “eu e os outros estudantes concordamos em dizer que, apesar de o processo ser longo e cansativo, participar dessa seletiva é muito gratificante e motivador, pois ela desafia o aluno a resolver problemas cada vez mais complicados”. Por fim, o docente de Física do IFC traz que a discente “estudou sempre com muita disciplina, responsabilidade e organização. Inclusive, em 2020, foi bolsista do CNPQ no PIC Jr. (Programa de Iniciação Científica Júnior) por ter sido medalhista da Olimpíada Brasileira de Matemática”.

Fonte e foto: Cecom/Brusque

CPA promove “Seminário de Autoavaliação: Desafios e Perspectivas”

A Comissão Própria de Avaliação (CPA) do IFC promove, nos dias 11 e 12 de maio, o “Seminário de Autoavaliação: Desafios e Perspectivas”. O evento tem como objetivo apresentar os resultados da Autoavaliação Institucional, definida Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), no ano de 2019, e tem como público-alvo servidores e alunos de Graduação do Instituto.

O Seminário contará dois momentos distintos. O primeiro dia será dedicado à apresentação do Relatório 2019 da CPA, com transmissão ao vivo pelo canal do IFC no YouTube. “Inicialmente, faremos uma abordagem sobre a realização da autoavaliação e os desafios enfrentados durante o processo. Em seguida, apresentaremos os indicadores mais relevantes presentes no Relatório”, explica a presidente da CPA, professora Ângela Menezes. Ela aponta ainda que o relatório já está disponível na página da CPA e na plataforma e-MEC.

Outro destaque da programação do dia é a palestra “Seminário de Autoavaliação: Desafios e Perspectivas”, ministrada pela doutora em Educação e professora da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB) Kelli Consuelo Queiroz. A palestrante tem extensa formação na área de Políticas Públicas e Gestão da Educação, e é autora do livro “Eu avalio, tu avalias, nós autoavaliamos?”, no qual apresenta um estudo sobre avaliação institucional a partir da experiência da Unidade Universitária de Ciências Sócio-Econômicas e Humanas – UnUCSEH/UEG. “É um tema que levantará a importância do processo autoavaliativo, na perspectiva do Sinaes, e apontará as perspectivas e possibilidades das avaliações futuras — além de trazer os desafios que os procedimentos apresentam nas estruturas das instituições públicas de educação superior”, diz a presidente da CPA.

Já o segundo dia tem como ponto central os relatórios das Comissões Locais de Avaliação de cada campus do Instituto. As atividades serão descentralizadas: cada unidade irá realizar a apresentação localmente, por meio das ferramentas de sua preferência.

O cronograma completo das atividades do Seminário é o seguinte:

DIA 11/05 (TERÇA-FEIRA):

  • 14h – Abertura Oficial – Reitora
  • 14h20 – Palestra: “Autoavaliação: Desafios e Perspectivas”, com a professora Kelli Consuelo Almeida de Lima Queiroz (UFOB)
  • 15h20 – Intervalo
  • 15h30 – Apresentação do Relatório 2019 da CPA – Comissão Própria de Avaliação do Instituto Federal Catarinense 2019
  • 16h30 – Encerramento

DIA 12/05 (QUARTA-FEIRA)*:

  • 14h – Abertura Oficial – Presidente da Comissão Própria de Avaliação Local –
  • 14h20 – Apresentação do Relatório da CPA Local
  • 15h20 – Encerramento

* Cada campus apresentará o relatório para a sua comunidade local.

Texto: Cecom/Reitoria/Thomás Müller
Arte: Cecom/Reitoria/Andréa Santana

Registro de candidaturas para Comissão Própria de Avaliação começa nesta sexta (30)

As inscrições de candidatos interessados em compor o próximo mandato da Comissão Própria de Avaliação (CPA) do IFC têm início nesta sexta-feira (30) e seguem até o dia 6 de maio. O procedimento é realizado por meio de formulário específico, anexo ao Edital do processo seletivo, que deve ser preenchido e enviado para o e-mail secretaria.cpa@ifc.edu.br. O registro de candidaturas é aberto para estudantes, servidores técnico-administrativos e professores da instituição.

De acordo com o Edital, a CPA é composta pelas Comissões Locais de Avaliação, que são formadas da seguinte maneira:

  • Dois representantes do corpo docente (1 titular e 1 suplente);
  • Dois representantes do corpo técnico-administrativo (1 titular e 1 suplente);
  • Dois representantes do corpo discente (1 titular e 1 suplente);
  • Dois representantes da sociedade civil (1 titular e 1 suplente).

A homologação final das candidaturas está prevista para o dia 13 de maio. O período para campanha será de 14/05 a 18/05, e a votação será de 19/05 a 21/05. A divulgação do resultado final está marcada para o dia 25 de maio.

Todas as informações relativas ao processo seletivo, incluindo o cronograma completo de atividades, os requisitos detalhados para candidatura e o funcionamento das campanhas eleitorais, entre outras, estão disponíveis no Edital do Processo Seletivo e suas retificações. Assim sendo, a leitura do documento é essencial para os candidatos.

Sobre a CPA – A Comissão Própria de Avaliação é um órgão colegiado permanente, autônomo em relação aos conselhos e demais órgãos colegiados, que tem como objetivo conduzir os processos de avaliação interna do Instituto e sistematizar e divulgar seus resultados. Os dados e informações resultantes desse processo servem como base para tomadas de decisão e elaboração de políticas e práticas pela gestão da Instituição.

Texto: Cecom/Reitoria/Thomás Müller
Arte: Cecom/Reitoria/Andréa Santana

Equipe do Campus Abelardo Luz lança Projeto Fala Egresso

Equipe do IFC Campus Abelardo Luz lançou o projeto “Fala Egresso” com objetivo de divulgar à comunidade, a partir da perspectiva dos egressos, as atividades desenvolvidas no campus. Em formato de podcast, a entrevista de estreia com Margarete de Matos, formanda da turma de 2018, no curso de Especialização em Educação do Campo, já está disponível no canal do projeto no YouTube.

De acordo com o coordenador do Fala Egresso, professor Jorge da Cunha Dutra, o projeto conta com a participação de servidores, estudantes e egressos que atuarão de forma voluntária no desenvolvimento das atividades propostas. “Consideramos este projeto de suma importância para a instituição e para a comunidade, pois permitiremos não só a aproximação dos egressos com o campus, como também divulgar para a comunidade o trabalho que é desenvolvido dentro da instituição”, justifica o coordenador.

Conforme cronograma, será disponibilizada uma entrevista mensal até dezembro de 2021, com postagens sempre nas últimas segundas-feiras de cada mês. “Esperamos que após a realização do projeto, consigamos ampliar esta atividade, convidando novos egressos para futuras entrevistas, bem como propor eventos de integração e encontro dos egressos do campus”, finaliza Dutra.

Acesse aqui o canal do Fala Egresso, no YouTube, para ouvir a entrevista com Margarete de Matos. Outras informações sobre o projeto estão disponíveis no site do Campus Abelardo Luz.

Texto: Cecom/Reitoria/Rosiane Magalhães
Arte: divulgação do projeto

Secretário nacional de Aquicultura e Pesca visita o Campus Camboriú

O Instituto Federal Catarinense (IFC) – Campus Camboriú recebeu a visita do secretário de aquicultura e pesca, Jorge Seif Júnior, na primeira quinzena de fevereiro. Durante o encontro, a reitora do IFC, Sônia Fernandes, apresentou a instituição e falou sobre a importância dos Institutos Federais (IFs) como referência em educação profissional, científica e tecnológica.

A visita de Seif, de acordo com a diretora-geral do Campus Camboriú, Sirlei Albino, surgiu em um Conselho de Campus (Concampus). “Propomos que os conselheiros trouxessem parcerias para o campus. Foi então que o membro e pai de aluno, Sérgio Toviasky, conseguiu a visita do secretário”, explicou Sirlei. Ao discorrer sobre o campus, a diretora-geral destacou a excelência do IFC Camboriú em ensino, pesquisa e extensão, e prosseguiu explicando sobre as parcerias que já estão em andamento, como o convênio com a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) e, recentemente, com a Secretaria Nacional de Esportes de Alto Rendimento, para construção de um complexo esportivo de Badminton.

Convênio com a Epagri – O professor do IFC Camboriú, Luís Ivan Martinhão Souto, apresentou as principais pesquisas realizadas em parceria com a Epagri, com destaque para a produção de pescado. Em um trabalho conjunto com a Epagri e o campus Rio do Sul, o docente da área de automação, Mário Lúcio Roloff, explicou o funcionamento de um protótipo de aparelho que servirá para monitorar a temperatura, PH e oxigênio da água dos tanques de criadouros de peixes. “Um equipamento desses custa em torno de R$ 90 mil. Com a parceria entre os campi e Epagri, estamos desenvolvendo um protótipo que custará, em média, R$ 3 mil reais”, ressaltou Luís Ivan. “É com pesquisas como esta que conseguimos visualizar a importância do trabalho em rede”, destacou a reitora.

O secretário Jorge Seif demonstrou interesse com a relevância do projeto e ressaltou o compromisso em agendar uma reunião com o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, para angariar recursos para a execução e expansão do projeto. Confira aqui o vídeo de Seif comentando sobre a inovação do IFC. 

Na oportunidade, os servidores do Centro de Formação de Instrutores e Treinadores de Cães-guia também apresentaram o Programa Cães-guia ao secretário.

Texto e Imagem: Cecom/Camboriú/Marília Massochin

Estudantes do IFC Santa Rosa do Sul conquistam medalhas na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica

Logo traz a frase Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica - OBA escrita em azul claro. Em volta do O tem um círculo como uma anel dos planetas e da letra A projeta-se um foguete.Dois estudantes do Instituto Federal Catarinense (IFC) Campus Santa Rosa do Sul conquistaram premiação na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica 2020 (OBA 2020), realizada virtualmente em novembro. Pedro Henrique Coelho Albino conquistou a medalha de ouro e Karina dos Santos Furlanetto recebeu a de bronze. Ambos são do 2º ano do curso técnico em Agropecuária integrado ao ensino médio e foram orientados pelo professor de Física, Patrick de Souza Girelli.

Estudantes dos três anos do ensino médio realizaram a prova composta por 10 questões de múltiplas escolhas. Sendo sete sobre Astronomia e três de Astronáutica.

Devido ao desempenho na prova da OBA, os estudantes de Santa Rosa do Sul foram convidados para a fase online do processo que escolherá os participantes dos treinamentos 2021. Os selecionados no treinamento representarão o Brasil nas Olimpíadas Internacionais de Astronomia de 2021. As etapas internacionais ainda serão definidas de acordo com a situação sanitária relacionada à Covid-19.

Texto: Cecom/Reitoria/Rosiane Magalhães
Imagem: logo da OBA 2020

IFC recebe premiação internacional por projeto de Empreendedorismo do Campus Rio do Sul

 O Instituto Federal Catarinense foi agraciado com uma medalha de ouro na premiação internacional “2020 Awards of Excellence“, promovida pela Federação Mundial de Universidades e Centros Politécnicos (WFCP, da sigla em inglês para World Federation of Colleges and Polytechnics), e que contou com a participação de 113 instituições de todo o mundo. A cerimônia online de premiação online foi realizada no último dia 27.

O Instituto foi premiado pelo “Projeto de Implantação do Empreendedorismo”, desenvolvido no Campus Rio do Sul por uma equipe de professores e servidores técnico-administrativos coordenada pelo professor Fábio Alexandrini. O programa ficou com a primeira colocação na categoria “Chair’s Awards“, que reconhece contribuições singulares à WFCP e atua como encorajamento aos recipientes para que sigam desenvolvendo as iniciativas submetidas à premiação.

A proposta vencedora foi desenvolvida nos curso Técnico em Informática e no Bacharelado em Ciência da Computação do campus, e envolve, além da inclusão do Empreendedorismo diretamente no currículo, a participação dos estudantes em visitas a diferentes empresas, incubadoras, aceleradoras de negócios e parques tecnológicos de Santa Catarina. O objetivo é auxiliar os alunos a identificar seus potenciais empreendedores e contribuir no desenvolvimento de seus próprios negócios.

“Estamos muito orgulhosos em receber esta premiação. Este é o resultado de um excelente trabalho em equipe no desenvolvimento do nos cursos da área tecnológica do Campus Rio do Sul”, diz Alexandrini. “A inclusão do Empreendedorismo nos currículos foi proposta ainda durante a estruturação dos cursos, e introduz diversos modelos de negócios aos estudantes, que podem, a partir daí, descobrir suas potencialidades. A partir daí, a promoção das visitas a feiras de empreendedorismo e também a empresas da região permite que eles conheçam as formas de gestão e apoio dos sistemas de informação nesse processo”.

De acordo com o professor, a iniciativa inclui ainda a realização do Simpósio de Internacionalização dos Institutos e Universidades do Brasil, Américas e Europa (InterUni), que oportuniza aos estudantes contato com professores e estudantes de outros países. “Como resultado, tivemos vários estudantes que foram em intercâmbio para países como Alemanha, Estados Unidos, Reino Unido, França e Austrália. Alguns destes constituíram seus negócios para prestação de serviços naqueles países, formando inicialmente empresas no regime Micro Empreendedor Individual (MEI) e depois evoluindo para outras categorias empresariais”, ressalta.

“Depois de 10 anos de trabalho, durante os quais tivemos inclusive os obstáculos iniciais da desconfiança dos alunos (e até mesmo de professores) sobre a importância do empreendedorismo em suas carreiras, o projeto conta com diversos casos de sucesso. Temos hoje estudantes com empresas constituídas  ou em fase de incubação e também participando de editais em busca de aprimorar suas ideias empreendedoras”, finaliza Alexandrini.

A WFCP é uma rede internacional de instituições de ensino que promove orientação para a implantação de educação técnica voltada para a economia global. Os membros da organização compartilham estratégias educacionais de ponta para capacitar a força de trabalho e aumentar os níveis de empregabilidade pelo mundo, e também proporcionam a troca de experiências e contatos entre as escolas e os principais agentes da área, como empresas, indústrias, agências de financiamento governamentais, entre outros.

Texto: Cecom/Reitoria/Thomás Müller
Imagem: Divulgação

Estudante do IFC Campus Rio do Sul é primeiro colocado da categoria Contos no II Concurso Literário Manoel Karam

O ano de 2020 foi marcado por inúmeros desafios, que adiaram ou modificaram ações que já estavam previstas. Como forma de respeitar as normas sanitárias e as legislações que impedem a aglomeração de um público expressivo, não houve a possibilidade de realização da Feira do Livro, em seu formato tradicional e presencial. A Feira é o maior evento literário de Rio do Sul e região do Alto Vale do Itajaí, reunindo um público de milhares de pessoas.

Da mesma forma também ocorreram mudanças no II Concurso Literário Manoel Karam, que foi realizado no formato virtual. Não houve a possibilidade de divulgação presencial nas escolas e nas turmas, por esta razão o apoio e dedicação das equipes de direção e, especialmente dos professores, foi fundamental para o sucesso desta iniciativa literária e cultural. O objetivo do concurso é incentivar os hábitos da escrita e da leitura.

Em decorrência da não realização da Feira do Livro por causa da pandemia, a premiação ao invés de ocorrer no palco do principal evento literário de Rio do Sul, foi então realizada nas dependências da Biblioteca Pública Municipal Nereu Ramos, outro espaço de grande importância para a vida cultural do município.

O evento contou com a participação de representantes das equipes de direção das escolas, com destaque para a participação do Diretor de Ensino, Pesquisa e Extensão do Instituto Federal Catarinense – Campus Rio do Sul, professor Mário Lucio Roloff e da Coordenadora Geral de Ensino do IFC Rio do Sul, professora Isabel Cristina Müller.

Vencedores do II Concurso Literário Manoel Karam

Para marcar a passagem do Dia Nacional do Livro, a Fundação Cultural de Rio do Sul, a Biblioteca Pública Municipal Nereu Ramos e a Associação de Escritores do Alto Vale do Itajaí premiaram os vencedores do II Concurso Literário Manoel Karam. Foi feita a entrega de certificados, medalhas e vale-livros aos oito vencedores das categorias conto e poesia.

A Associação de Escritores parabeniza todos os vencedores da edição 2020 do concurso, agradece aos professores e professoras que orientaram os alunos e da mesma forma agradece a participação dos demais estudantes que não receberam premiações, mas que participaram do concurso. Todos os textos inscritos no II Concurso Literário Manoel Karam serão divulgados no site www.escritoresderiodosul.com.br

Vencedores da Categoria Poemas

Primeira colocada: Beatriz Bennert Felipe do 1° ano do Ensino Médio do Instituto Maria Auxiliadora (professora orientadora – Priscila Pawlack);
Segunda colocada: Leticia Brandl da Silva do 2º ano 5 do Ensino Médio da Escola de Educação Básica Professor Henrique da Silva Fontes (professora orientadora – Katiana Boeira de Andrade);
Terceiro colocado: Leonardo dos Santos do 3° ano do Ensino Médio da Escola de Educação Básica Professor Henrique da Silva Fontes (professora orientadora – Katiana Boeira de Andrade);
Quarta colocada: Camila Angioleti de Souza do 2° ano do Ensino Médio do Instituto Maria Auxiliadora (professora orientadora – Priscila Pawlack);

Vencedores da Categoria Contos

Primeiro colocado – Lucas Andrin do 2º ano da Unidade Urbana do Instituto Federal Catarinense – campus Rio do Sul (professora orientadora – Catia Cristina Sanzovo Jota);
Segunda colocada – Gabriele Maria Schmitz do 2° ano do Ensino Médio do Instituto Maria Auxiliadora (professora orientadora – Priscila Pawlack);
Terceira colocada – Natália de Freitas Marcelino do 1º ano 1 do Ensino Médio da Escola de Educação Básica Professor Henrique da Silva Fontes (professora orientadora – Karina Bento Renken);
Quarta colocada – Beatriz Bennert Felipe do 1° ano do Ensino Médio do Instituto Maria Auxiliadora (professora orientadora – Priscila Pawlack).

Fonte: Cecom/Rio do Sul
Texto: Jonas Felácio Júnior

Imagens: Tiago Amado