Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Aula Inaugural marca início do 1º Mestrado do IFC

 

mestrado-veterinaria6

Acadêmicos do mestrado IFC. Ao centro, Marciana.

O dia 12 de agosto de 2016 marca uma data histórica para o Instituto Federal Catarinense (IFC). Reunidos no auditório central do Campus Concórdia, 17 alunos, regularmente matriculados para o Mestrado Profissional em Produção e Sanidade Animal, acompanharam a Aula Inaugural, ministrada pelo doutor Márcio Nunes Correa, com o tema Desafios e oportunidades na pesquisa e inovação na relação público-privada.

Ofertado em parceria entre os campi Araquari e Concórdia, o mestrado profissional na área de conhecimento Medicina Veterinária é o primeiro ofertado pela Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Segundo o pró-reitor de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (Propi), Cladecir Schenkel, o IFC possui vocação na área de Ciências Agrárias e, por isso, o primeiro mestrado é voltado a essa área de conhecimento.

“A escolha por um mestrado profissional também contribui para que os projetos de pesquisa desenvolvidos estejam em acordo com o que as organizações – públicas e privadas – necessitam. Desta forma, a tecnologia gerada pelo IFC será transferida e aplicada na prática na sociedade”, explica o pró-reitor.

Foi pensando na relação teoria-prática que a acadêmica do mestrado profissional Marciana Anita Appelt escolheu o IFC. Para ela, que é médica veterinária na Prefeitura de Rio do Campo, a prática com os grandes animais ganhará uma aliada importante: a teoria. “O diferencial do mestrado no IFC é eu não precisar me desligar do trabalho. Isso é muito importante, conseguir estudar e trabalhar. Outro fator é a possibilidade de interação entre o que temos na prática, no dia a dia, com a teoria da academia. Vamos levar a prática do campo para o IFC e trazer para o campo a inovação e as tecnologias”, salienta ela.

O evento contou com a presença da reitora Sônia Regina de Souza Fernandes, do coordenador do curso, Ivan Bianchi, servidores, alunos e autoridades locais. Na ocasião, também foram ministradas palestras com os seguintes temas: Ações da FAPESC no fomento da pesquisa e inovação em Santa Catarina, proferida pelo professor Nelton Antônio Menezes; Atuação da Cidasc na Vigilância Sanitária em Santa Catarina, discorrida pelo presidente da Cidasc, Enori Barbieri; e Atuação da Epagri na Pesquisa e Extensão Agropecuária em SC, apresentado por Ivan Tadeu Baldissera, pesquisador da Epagri.

MAIS

O mestrado profissional destina-se prioritariamente aos profissionais com atuação em produção e sanidade de suínos e aves, produção e sanidade em aquicultura, e clínica de pequenos e grandes animais. As especificidades do mestrado profissional possibilitam a aproximação das instituições de pesquisa e ensino com o setor produtivo, com projetos orientados para o desenvolvimento de C, T&I, contribuindo para aplicação imediata dos conhecimentos na atividade profissional. Além disso, permitem que o mestrando realize o curso sem a necessidade de afastamento de suas atividades na empresa em que atua. O PPGPSA é gratuito, e não é exigida dedicação exclusiva do aluno, o qual pode manter o seu vínculo empregatício.

Veja mais informações em http://ppgpsa.ifc.edu.br/

*Texto: Cecom/Reitoria, com informações da Cecom/Concórdia.

**Fotos: Cecom/Concórdia.

 

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na quarta-feira, 17 de agosto de 2016, às 17:44 por Nicole Trevisol.

Últimas notícias: