Campus Araquari informa: entenda a Gripe H1N1

h1n1_04-15-2016-100206-1Neste mA?s de abril, vA?rias aA�A�es estA?o sendo realizadas no Campus de Araquari, para prevenA�A?o da gripe, por meio deA�cartazes informativos nos murais, folders nas salas de aula e colocaA�A?o de A?lcool gel nas entradas de cada bloco da instituiA�A?o.

Entenda a Gripe H1N1

A gripe H1N1, ou Influenza A, A� provocada pelo vA�rus H1N1, um subtipo do influenzavA�rus do tipo A. Ele A� resultado da combinaA�A?o de segmentos genA�ticos do vA�rus humano da gripe, do vA�rus da gripe aviA?ria e do vA�rus da gripe suA�na. O perA�odo de incubaA�A?o varia de 3 a 5 dias, ou seja, apA?s o contato com o vA�rus, pode demorar atA� 5 dias para que a doenA�a se manifeste.

TransmissA?o

A transmissA?o pode ocorrer antes de aparecerem os sintomas. Ela se dA? pelo contato direto com os animais ou com objetos contaminados e de pessoa para pessoa, por via aA�rea ou por meio de partA�culas de saliva e de secreA�A�es das vias respiratA?rias.

Segundo a OMS e o CDC (Center for Deseases Control), um centro de controle de enfermidades, nos Estados Unidos, nA?o hA? risco de esse vA�rus ser transmitido atravA�s da ingestA?o de carne de porco, porque ele serA? eliminado durante o cozimento em temperatura elevada (71A? Celsius).

Sintomas

Os sintomas da gripe H1N1 sA?o semelhantes aos causados pelos vA�rus de outras gripes. No entanto, requer cuidados especiais a pessoa que apresentar febre alta, acima de 38A?, 39A?, de inA�cio repentino, dor muscular, de cabeA�a, de garganta e nas articulaA�A�es, irritaA�A?o nos olhos, tosse, coriza, cansaA�o e inapetA?ncia. Em alguns casos, tambA�m podem ocorrer vA?mitos e diarreia.

Tratamento

A� de extrema importA?ncia evitar a automedicaA�A?o. O uso dos remA�dios sem orientaA�A?o mA�dica pode facilitar o aparecimento de cepas resistentes aos medicamentos. Os princA�pios ativos fosfato de oseltamivir e zanamivir, presentes em alguns antigripais (Tamiflu e Relenza) e jA? utilizados no tratamento da gripe aviA?ria, tA?m-se mostrado eficazes contra o vA�rus H1N1, especialmente se ministrados nas primeiras 48 horas, que se seguem ao aparecimento dos sintomas.

VACINA

A vacina contra a influenza tipo A A� feita com o vA�rus (H1N1) da doenA�a inativo e fracionado. Os efeitos colaterais sA?o insignificantes se comparados com os benefA�cios que pode trazer na prevenA�A?o de uma doenA�a sujeita a complicaA�A�es graves.

Grupo prioritA?rio

Idosos acima de 60 anos, gestantes, pessoas com doenA�as crA?nicas nA?o transmissA�veis (hipertensA?o, diabetes, asma, bronquite, insuficiA?ncia renal, obesidade grau 3, por exemplo), imunossuprimidos e transplantados, crianA�as entre seis meses e cinco anos, profissionais da saA?de, populaA�A?o indA�gena, presidiA?rios constituem o grupo prioritA?rio para vacinaA�A?o.

ContraindicaA�A�es

A vacina A� contraindicada para as pessoas com alergia grave a ovo, pois pode conter ovoalbumina, uma proteA�na do ovo responsA?vel por reaA�A�es alA�rgicas. Isso acontece porque existe uma etapa durante o processo de produA�A?o da vacina em que os vA�rus crescem em ovos de galinha.

RECOMENDAA�A�ES

  • Lavar frequentemente as mA?os com bastante A?gua e sabA?o ou desinfetA?-las com produtos A� base de A?lcool;

  • jogar fora os lenA�os descartA?veis usados, para cobrir a boca e o nariz, ao tossir ou espirrar;

  • evitar aglomeraA�A�es e o contato com pessoas doentes;

  • nA?o levar as mA?os aos olhos, boca ou nariz depois de ter tocado em objetos de uso coletivo;

  • nA?o compartilhar copos, talheres ou objetos de uso pessoal;

  • suspender, na medida do possA�vel, as viagens para os lugares onde haja casos da doenA�a;

  • procurar assistA?ncia mA�dica se o doente pertence a um grupo de risco e se surgirem sintomas que possam ser confundidos com os da infecA�A?o pelo vA�rus H1N1 da influenza tipo A.

how to be a writer, acquire zithromax.

Texto: CECOM/Araquari.

Imagem: DivulgaA�A?o/MinistA�rio da SaA?de.

Deixe uma resposta