Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Ações de inclusão são desenvolvidas no IFC

napne-reitoria-editadaServidores da Reitoria realizam a 1ª reunião para formalizar a criação do NAPNE da Reitoria do IFC. Na oportunidade foram apresentados os nomes dos membros do NAPNE/Reitoria. A próxima etapa do grupo é formalizar a instituição do NAPNE através de Portaria assinada pelo reitor. O objetivo desta ação inicial é promover em cada setor uma política de inclusão no IFC.

Para desenvolver essas ações, os membros do NAPNE/Reitoria, Sabrina Trica Rocha e Marcelo Lopes, participaram de 10 a 14 de fevereiro do curso de “Orientação e mobilidade”, promovido pelo Centro de Treinamento de Cães-guia do IFC Câmpus Camboriú. As aulas foram ministradas pela pedagoga Nadir da Silva Machado, do Instituto Benjamin Constant.

A pedagoga iniciou o curso explicando o histórico dos estudos sobre mobilidade no Brasil e no mundo. “Só em 1945 o médico oftalmologista, Richard Hoover, propôs-se a estudar o problema dos soldados cegos da guerra”. Foi dessa data que surgiu um instrumento, lembrando um bastão, para ser utilizado como auxílio na locomoção. “Eles utilizavam o instrumento como um cajado, sem a técnica de mobilidade que hoje temos com as bengalas”, ressaltou Nadir.

Já no Brasil, as técnicas chegaram mais de uma década depois, em 1957, quando a ONU enviou um representante para transmitir os estudos sobre orientação e mobilidade. De acordo com a pedagoga, ainda não são muitas as pessoas que dominam todas essas técnicas. “A maior parte do conhecimento que as pessoas cegas possuem até hoje foi adquirido através da prática. É preciso difundir a técnica e dar mais independência e autonomia ao cego”, destacou.

O curso “Orientação e Mobilidade” contou com a participação de mais de 30 inscritos de diversas cidades de Santa Catarina, além de outros servidores da Reitoria e dos câmpus do IFC.

* Com informações e foto da CECOM/Camboriú.

camboriu-mobilidade

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014, às 18:19 pela Coordenação-Geral de Comunicação (Cecom).

Últimas notícias: