AA�A�es de inclusA?o sA?o desenvolvidas no IFC

napne-reitoria-editadaServidores da Reitoria realizam a 1A? reuniA?o para formalizar a criaA�A?o do NAPNE da Reitoria do IFC. Na oportunidade foram apresentados os nomes dos membros do NAPNE/Reitoria. A prA?xima etapa do grupo A� formalizar a instituiA�A?o do NAPNE atravA�s de Portaria assinada pelo reitor. O objetivo desta aA�A?o inicial A� promover em cada setor uma polA�tica de inclusA?o no IFC.

Para desenvolver essas aA�A�es, os membros do NAPNE/Reitoria, Sabrina Trica Rocha e Marcelo Lopes, participaram de 10 a 14 de fevereiro do curso de a�?OrientaA�A?o e mobilidadea�?, promovido pelo Centro de Treinamento de CA?es-guia do IFC CA?mpus CamboriA?. As aulas foram ministradas pela pedagoga Nadir da Silva Machado, do Instituto Benjamin Constant.

A pedagoga iniciou o curso explicando o histA?rico dos estudos sobre mobilidade no Brasil e no mundo. a�?SA? em 1945 o mA�dico oftalmologista, Richard Hoover, propA?s-se a estudar o problema dos soldados cegos da guerraa�?. Foi dessa data que surgiu um instrumento, lembrando um bastA?o, para ser utilizado como auxA�lio na locomoA�A?o. a�?Eles utilizavam o instrumento como um cajado, sem a tA�cnica de mobilidade que hoje temos com as bengalasa�?, ressaltou Nadir.

JA? no Brasil, as tA�cnicas chegaram mais de uma dA�cada depois, em 1957, quando a ONU enviou um representante para transmitir os estudos sobre orientaA�A?o e mobilidade. De acordo com a pedagoga, ainda nA?o sA?o muitas as pessoas que dominam todas essas tA�cnicas. a�?A maior parte do conhecimento que as pessoas cegas possuem atA� hoje foi adquirido atravA�s da prA?tica. A� preciso difundir a tA�cnica e dar mais independA?ncia e autonomia ao cegoa�?, destacou.

O curso a�?OrientaA�A?o e Mobilidadea�? contou com a participaA�A?o de mais de 30 inscritos de diversas cidades de Santa Catarina, alA�m de outros servidores da Reitoria e dos cA?mpus do IFC.

* Com informaA�A�es e foto da CECOM/CamboriA?. movies at the movie theater, buy clomid.

camboriu-mobilidade

Deixe uma resposta