Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Projeto de Brusque recebe Selo Social

selo-brusque2O Instituto Federal Catarinense (IFC) – Campus Brusque recebeu, no dia 26/11, o Selo Social 2015, certificação realizada pela Prefeitura de Brusque que visa reconhecer as organizações públicas e privadas que promovam a qualidade de vida do seu colaborador ou da comunidade em que estão inseridas. O Campus Brusque recebeu três selos, todos referentes ao projeto de Extensão Ilhas Interdisciplinares de Racionalidades, nas seguintes categorias: 2) Educação básica de qualidade para todos, 7) Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente e 8) Todo mundo trabalhando pelo desenvolvimento.

O Selo Social é realizado desde 2011, e, nesta edição, foram certificados 460 projetos, envolvendo 83 organizações voltadas ao cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento das Cidades (ODCs), uma adaptação dos Objetivos do Milênio (ODM) baseada na realidade de Brusque. Todos os projetos foram avaliados por uma comissão formada por nove membros, três representantes de empresas, três do poder público e três de conselhos municipais.

O projeto “Ilhas Interdisciplinares de Racionalidade”, desenvolvido em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, envolveu 36 professores dos anos finais do Ensino Fundamental de 17 escolas da rede municipal. Segundo Hélio Gomes, para o IFC, receber o Selo Social é um reconhecimento das atividades realizadas na área de ciência e tecnologia. “A partir de 2017, o Campus estará finalizado, e, com o projeto, pudemos aproximar não só os estudantes da área científica, mas também do IFC”, afirma ele.

O secretário de Assistência Social de Brusque, Rodrigo Voltolini, ressalta que o Selo Social é uma estratégia para estimular o cumprimento dos ODM, reconhecendo órgãos públicos, empresas e organizações não governamentais, as quais realizam investimentos internos e externos em prol de Brusque. “O Selo Social é um diferencial para empresas, órgãos públicos e entidades, pois trata-se de um símbolo de responsabilidade social de ordem e dimensões mundiais”.

Veja mais sobre o Selo Social AQUI.

MAIS sobre o projeto

selo-brusque3O curso de Formação Inicial e Continuada (FIC) sobre Ilhas Interdisciplinares de Racionalidades visa oportunizar aos professores dos anos finais do Ensino Fundamental uma qualificação na perspectiva reflexão/ação/colaboração. O FIC teve duração de 160 horas, com três encontros iniciais para apresentação da proposta metodológica. O acompanhamento do curso se deu por meio da ferramenta Moodle e de visitas às unidades escolares.

Segundo Frank Kindlein, servidor do Campus Brusque, esse projeto de Extensão visa promover o processo de alfabetização científica, através do uso da metodologia das ilhas interdisciplinares de racionalidade, partindo de aspectos e valores comuns à realidade dos alunos e professores. A coordenadora do programa, Michele Dalmarco, enfatiza que, “ao direcionar as ações para o município, o Selo Social possibilitou que muitos projetos nascessem. Este é um fator inovador do programa, que também possibilita a troca de experiências entre as entidades”.

*Texto: CECOM/Reitoria – Com informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Brusque.

*Fotos: Divulgação.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na quarta-feira, 9 de dezembro de 2015, às 19:32 por Nicole Trevisol.

Últimas notícias: