Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Reitoria e Campus Avançado Sombrio avaliam migração para Campus da unidade

Reunião Prodin e Campus Sombrio9A Reitora Sônia Fernandes e os gestores da Pró-Reitoria de Desenvolvimento Institucional (Prodin) estiveram no dia 14/03 no Campus Avançado Sombrio para tratar, em conjunto com o Grupo de Trabalho (GT) instituído na unidade, da solicitação de autonomia administrativa e financeira.

Segundo Rodrigo Althoff, Diretor de Engenharia e Planejamento, a Portaria nº. 246 de 15 de abril de 2016 do MEC estabelece um modelo de dimensionamento de cargos efetivos, cargos de direção, funções gratificadas e funções comissionadas de coordenação de cursos. “Para se tornar campus, a unidade do Instituto Federal precisa atender alguns pré-requisitos mínimos no que se refere a pessoal, setores e infraestrutura”.

Considerando que o dimensionamento atual do Campus Avançado Sombrio supera em muito o dimensionamento de uma unidade avançada, definiu-se pela elaboração em conjunto de documento contendo as principais informações e planejamento da unidade. Este documento será enviado via Reitoria ao MEC solicitando tornar o Campus Avançado Sombrio em Campus Sombrio.

“Ao se tornar campus, a unidade consegue ter maior autonomia administrativa e financeira para atender as suas necessidades. Um outro ponto positivo é o fato de ao se tornar Campus Sombrio a sociedade terá uma ampliação de oferta de serviços de ensino, pesquisa e extensão. Isso porque existe uma procura muito grande por parte dos estudantes nesta unidade”, esclarece Rodrigo.

*Texto: Divulgação/Prodin.

**Imagens: Cecom/Reitoria, por Kamila Almeida.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na sexta-feira, 17 de março de 2017, às 18:59 pela Coordenação-Geral de Comunicação (Cecom).

Últimas notícias: