ResiliA?ncia e ecologia como proposta ao futuro agrA�cola

Grupo de visitaA�A?o e comunidade do Campus Santa Rosa do Sul.
Grupo de visitaA�A?o e comunidade do Campus Santa Rosa do Sul.

As lA�nguas se misturaram e os continentes se encontraram no Instituto Federal Catarinense (IFC) a�� Campus Santa Rosa do Sul no dia 9 de novembro de 2016. Um grupo, formando por brasileiros, quenianos, sueca, filipina, etA�opes, ugandenses, moA�ambicana, indiano e equatorianos, percorreu a unidade do IFC em busca de conhecimento sobre formas sustentA?veis de cultivo.

Com os olhos atentos nas paisagens, pastagens e plantaA�A�es, o grupo visitou o campus como parte da atividade prA?tica do Curso Internacional de Agricultura EcolA?gica e ResiliA?ncia. De 6 a 12 de novembro, os 22 integrantes percorreram a regiA?o de Torres (RS), conheceram propriedades ecolA?gicas, a fertilidade do solo na regiA?o Sul do paA�s, viram o consumo ecolA?gico de cafA� e a proteA�A?o de cultivos, conheceram a certificaA�A?o participativa e as culturas negligenciadas/alternativas e interagiram com estudantes em busca da promoA�A?o do debate em torno de sistemas resilientes de produA�A?o agrA�cola. O curso teve a promoA�A?o do Centro EcolA?gico e da Sociedade Sueca de ConservaA�A?o da Natureza.

Parceiro neste processo, o IFC abriu as suas portas para que o mundo conheA�a os projetos de ensino, pesquisa e extensA?o que estA?o sendo desenvolvidos por servidores e alunos para a promoA�A?o social, ambiental, econA?mica e cultural.

Estudantes do Campus Santa Rosa do Sul apresentando o projeto Pitaya.
Estudantes do Campus Santa Rosa do Sul apresentando o projeto Pitaya.

Ao explicar os estudos da Pitaya, Eliton Pires mostrou orgulhoso o que os estudantes tA?m feito no campus. a�?De uma demanda que surgiu dos produtores rurais, viajamos para SA?o Paulo para compreender o cultivo da Pitaya, estudamos a fruta no campus e ajudamos os produtores na implantaA�A?o da associaA�A?o de Produtores de Pitaya do Sul. Ensino, pesquisa e extensA?o em conjunto no desenvolvimento de uma nova cultura na regiA?oa�? conta ele.

Atentos, os visitantes anotavam as informaA�A�es que eram traduzidas para o idioma inglA?s e registravam, em fotos, as etapas e formas de pesquisa. Diante do projeto de Aquaponia, que utiliza o composto orgA?nico vindo do metabolismo dos peixes para o cultivo de hortaliA�as, os presentes acompanharam juntamente ao estudante do curso de Engenharia AgronA?mica, Felipe Marques Lima, todas as etapas do processo. Foi necessA?rio chamar os visitantes para dar continuidade ao passeio, tamanho foi o interesse dos mesmos pelo mA�todo de aquaponia.

Servidora Adriana Corrent, do IFRS a�� Campus Rolante.
Servidora Adriana Corrent, do IFRS a�� Campus Rolante.

A servidora, do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) a�� Campus Rolante, Adriana Corrent participou do curso internacional e realizou a visita ao Campus Santa Rosa do Sul, do IFC. Para ela, trata-se de uma experiA?ncia A?nica. a�?A� gratificante conhecer experiA?ncias de sucesso e comprovar o que falamos em sala de aula para os alunos: A� possA�vel produzir alimentos orgA?nicos em grande escala. Conhecemos produtores que, hA? mais de 20 anos, estA?o ligados ao Centro EcolA?gico e possuem estratA�gias para ter uma escala comercial. A ciA?ncia A� possA�vel e conhecemos experiA?ncias e realidades que podemos levar aos estudantesa�?, diz Adriana, entusiasmada com os novos conhecimentos e possibilidades.

Compartilhando conhecimento

Estudante do IFC Santa Rosa do Sul.
Estudantes do IFC Santa Rosa do Sul.

Se a manhA? foi de adquirir conhecimento, a tarde foi de compartilhA?-lo. Cerca de 200 estudantes dos cursos tA�cnico em AgropecuA?ria e superior em Engenharia AgronA?mica tiveram a oportunidade de conhecer a realidade de cada um dos paA�ses participantes do curso internacional. Segundo AndrA� Luiz Rodrigues GonA�alves, assessor Internacional do IFC e organizador do curso internacional, o objetivo de incluir o IFC no roteiro foi permitir que a comunidade acadA?mica tivesse a oportunidade de conhecer novas culturas, outros comportamentos e aprender sobre a produA�A?o agrA�cola daqueles locais.

a�?Esse um dia no IFC permitiu aos estudantes conhecer outros contextos, alA�m de fomentar o IFC nas prA?ticas ecolA?gicas. Um dos papA�is inerentes A� instituiA�A?o A� promover o desenvolvimento dos Arranjos Produtivos Locais (APLs), sendo que o tema sustentabilidade e resiliA?ncia deve fundamentar aA�A�es de ensino, pesquisa e extensA?oa�?, relata ele.

Ainda, de acordo com GonA�alves, o patrimA?nio do IFC sA?os os estudantes. Por isso, trazer o curso internacional um dia para dentro do IFC dA? a oportunidade aos estudantes de abrirem os seus horizontes e verem o que se faz em outras partes do mundo.

Estudantes do IFC, Gabriela Pereira Daminis e Guiddo Longaretti.
Estudantes do IFC, Gabriela Pereira Daminis e Guiddo Longaretti.

Foi isso que mais chamou a atenA�A?o de Gabriela Pereira Daminis (17 anos) e Guiddo Longaretti (16 anos). Ambos estA?o no curso tA�cnico integrado em agropecuA?ria e nA?o piscaram durante a apresentaA�A?o de cada um dos paA�ses. a�?A� uma oportunidade A?nica. SA?o povos diferentes que nos fizeram olhar melhor para o mundo. Eu nA?o imaginada que em Uganda havia culturas mistas e que a vegetaA�A?o verde permanecia junto com o cultivo da bananaa�?, fala Guiddo, que estava com os olhos brilhando por ser a primeira vez que participava de uma interaA�A?o dessa natureza. a�?Aprendemos muito ouvindo cada um delesa�?, diz.

Gabriela reforA�ou a necessidade de o brasileiro estar atento ao consumo alto de venenos. a�?O cultivo orgA?nico no Brasil ainda A� caro, mas precisamos ampliA?-lo. Os animais sA?o importantes no processo de alimentaA�A?o, mas entendo que nossos esforA�os devem estar concentrados na agricultura. Precisamos entender o que se come no Brasil e estarmos mais abertos para a agroecologiaa�?, frisa ela.

AndrA� ressalta que atividades como essa fomentam, cada vez mais, a abertura do IFC para a internacionalizaA�A?o. a�?A� mais uma aA�A?o de fortalecimento e fomento na A?rea internacional, sendo que reforA�amos as oportunidades em torno da ecologia a nA�vel internacional, atuando no conjunto de aA�A�es de ensino, pesquisa e extensA?oa�?, finaliza o assessor.

Sobre o curso

O Curso Internacional de Agricultura EcolA?gica e ResiliA?ncia foi realizado com o objetivo de debater e articular aA�A�es de promoA�A?o de sistemas resilientes de produA�A?o agrA�cola. Em parceria com o IFC a�� Campus Santa Rosa do Sul, a aA�A?o foi realizada pelo Centro EcolA?gico, a Sociedade Sueca de ConservaA�A?o da Natureza (SSNC) e o Centro de ResiliA?ncia de Estocolmo (SRC). As atividades aconteceram de 6 a 12 de novembro de 2016, na cidade de Dom Pedro de AlcA?ntara (RS), com uma visita tA�cnica e interaA�A?o com os estudantes do Campus Santa Rosa do Sul no dia 09/10/2016.

Mais informaA�A�es, acesse: http://www.centroecologico.org.br/ amazing cover letters, Zoloft reviews. .

*Texto: Cecom/Reitoria a�� Nicole Trevisol, enviada especial.

**Fotos: Cecoms Reitoria e Santa Rosa do Sul.

Deixe uma resposta