WFCP/Reditec: ReuniA�es regionais da Reditec apontaram demandas prioritA?rias da Rede

glr5781A fim de compartilhar demandas e experiA?ncias similares e de planejar aA�A�es comuns, aconteceram, nesta segunda-feira (26), as cinco reuniA�es regionais da 40A? Reditec. Nas discussA�es, participaram representantes das instituiA�A�es da Rede Federal de EducaA�A?o Profissional, CientA�fica e TecnolA?gica das regiA�es Sul, Sudeste, Centro-Oeste, Nordeste e Norte do PaA�s. As pautas abordadas foram estratA�gias de mobilizaA�A?o, eventos integradores da Rede, qualificaA�A?o de servidores, orA�amento, projetos e programas, internacionalizaA�A?o e educaA�A?o a distA?ncia. Os tA?picos levantados em cada um dos grupos foram levados para apreciaA�A?o em plenA?ria nacional, que ocorreu imediatamente apA?s as reuniA�es.
Confira, abaixo, alguns dos assuntos abordados em cada reuniA?o

RegiA?o Sul

glr5824A possibilidade de compartilhar anseios, perspectivas e fragilidades de cada regiA?o foi destacada pela reitora do Instituto Federal de Santa Catarina e presidente da reuniA?o da RegiA?o Sul, Maria Clara Kaschny Schneider. a�?Esse A� um momento de construA�A?o coletiva, e sA? somos fortes porque somos unidosa�?, ressaltou a dirigente, frisando a importA?ncia da Reditec como um espaA�o para fortalecimento da Rede e para a consolidaA�A?o de um trabalho compartilhado e solidA?rio entre as diversas instituiA�A�es. A reuniA?o da regiA?o Sul contou ainda com representantes dos Institutos Federais Farroupilha, Rio Grande do Sul, Sul-rio-grandense, Catarinense e ParanA?.

Em busca de uma mobilizaA�A?o da Rede frente A�s deliberaA�A�es polA�ticas sobre a educaA�A?o profissional, os participantes da reuniA?o da regiA?o Sul discutiram a necessidade de chegar ao final do evento com a proposta de texto da Carta de VitA?ria aprovada, com uma data de mobilizaA�A?o das instituiA�A�es e dos dirigentes e com a viabilizaA�A?o de um fA?rum regional permanente para discussA?o das demandas comuns dos institutos da regiA?o Sul. Em relaA�A?o a eventos, o grupo discutiu, entre outras pautas, a possibilidade de intercalar de forma bianual eventos de pesquisa, extensA?o e inovaA�A?o nacionais e regionais, combinando-os com a manutenA�A?o de eventos institucionais e locais.

A busca por apoio da Secretaria de EducaA�A?o Profissional e TecnolA?gica (Setec) aos programas de qualificaA�A?o de servidores foi um dos assuntos trazidos pelo grupo, que tambA�m discutiu a proposta de elaboraA�A?o de um programa na A?rea de gestA?o pA?blica. Em relaA�A?o a orA�amento, os participantes destacaram a necessidade de reposiA�A?o de vagas de servidores aposentados e a mobilizaA�A?o polA�tica em defesa do orA�amento previsto aos institutos.

A manutenA�A?o de programas como o Pibid, que consiste em um Programa Institucional de Bolsas de IniciaA�A?o A� DocA?ncia, tambA�m foi uma das pautas trazidas pelo grupo. JA? no A?mbito da internacionalizaA�A?o, os participantes abordaram a validaA�A?o de diplomas e a regulamentaA�A?o das instituiA�A�es com oferta de cursos binacionais, alA�m da necessidade de garantir a continuidade de programas de intercA?mbio. A articulaA�A?o dos institutos para a promoA�A?o de cursos de educaA�A?o a distA?ncia na RegiA?o Sul tambA�m foi pauta de discussA?o, que evidenciou a necessidade da busca de fomento da EAD e do incentivo a essa modalidade de ensino dentro dos cursos presenciais.

RegiA?o Sudeste

Entre as propostas aprovadas durante a reuniA?o dos gestores dos Institutos Federais que compA�em a Regional Sudeste, destacam-se a equivalA?ncia da carga horA?ria e da hora aula entre as aulas presenciais e a EducaA�A?o A� DistA?ncia (EAD); a realizaA�A?o de parcerias para intercA?mbios culturais com paA�ses da AmA�rica Latina e da A?frica lusA?fona; e a adoA�A?o de projetos de menor custo, bancados pela prA?pria instituiA�A?o, e que envolvam outros institutos federais, alA�m da integraA�A?o com movimentos sociais, como alternativa ao corte de 50% nas A?reas de pesquisa e extensA?o.

Os gestores da Regional Sudeste defenderam ainda o estA�mulo A� qualificaA�A?o dos servidores tA�cnico-administrativos, a exemplo do que ocorre com os docentes; o retorno da capacitaA�A?o na lA�ngua inglesa para professores, parceria entre a Setec e o Conif; e a implantaA�A?o de um programa semelhante que priorize o idioma espanhol. Foi consenso entre os participantes da reuniA?o que os Jogos dos Institutos Federais (JIFs) sA?o hoje o principal evento da rede e que seria importante firmar uma parceria com o MinistA�rio dos Esportes para fortalecer a realizaA�A?o da competiA�A?o.

Outra proposta aprovada pelos gestores foi a realizaA�A?o, por parte dos Institutos Federais, de uma ampla mobilizaA�A?o dos diversos segmentos da sociedade, envolvendo principalmente as famA�lias dos alunos, a fim de expor os desafios da educaA�A?o profissional na conjuntura atual. A reuniA?o foi mediada pelo reitor do Instituto Federal do TriA?ngulo Mineiro, Roberto Gil.

RegiA?o Nordeste

A reuniA?o regional do Nordeste foi marcada pelo tom de contestaA�A?o ao anA?ncio de Medida ProvisA?ria para mudanA�as no Ensino MA�dio. Ainda assim, o reitor do Ifal disse que, mesmo com as dificuldades, a Reditec A� sempre um momento positivo, pois no evento pode ser reunida a maior bancada regional da Rede: o Nordeste conta com 213 campi dos Institutos Federais. a�?E com esta ediA�A?o atrelada a um evento internacional, pudemos trocar experiA?ncias de ensino em grande escala, conhecer realidades de todo o mundoa�?, afirmou.

A pauta comum de tA?picos para ser discutida em todas as reuniA�es regionais tambA�m gerou encaminhamentos a serem apreciados pela plenA?ria geral, como a criaA�A?o de um evento integrador de Ensino, Pesquisa e ExtensA?o e a institucionalizaA�A?o do Programa Mulheres Mil, por ora atrelado ao Pronatec.

RegiA?o Norte

Os dirigentes dos Institutos Federais do Acre (Ifac), do Amazonas (Ifam), do AmapA? (Ifap), do ParA? (IFPA), de RondA?nia (IFRO), de Roraima (IFRR) e do Tocantins (IFTO) debateram os pontos de pauta previamente definidos. Os trabalhos foram coordenados pelo reitor do IFPA, ClA?udio Rocha, que avalia como democrA?tica a construA�A?o desse espaA�o de debate. a�?Desenvolvemos as atividades de maneira positiva, permitindo que todos os membros daA�RegiA?o Norte dessem a sua contribuiA�A?o.a�?

Um dos pontos fortemente destacados na reuniA?o foi a diversidade e a localizaA�A?o peculiar dos estados do Norte do PaA�s. Assim, a consolidaA�A?o da EducaA�A?o a DistA?ncia (EAD) e a internacionalizaA�A?o foram A?reas que mais receberam atenA�A?o dos presentes. Para a EAD, a RegiA?o Norte sugere a institucionalizaA�A?o da mesma, mais investimentos de recursos humanos e financeiros, como tambA�m uma maior oferta deste tipo de educaA�A?o na Rede, construindo uma variedade de cursos. Ainda sugerem uma polA�tica voltada A� administraA�A?o da carga horA?ria docente para atuar na EAD.

Segundo o reitor do Ifam e diretor executivo de RelaA�A�es Internacionais do Conif, AntA?nio VenA?ncio Castelo Branco, a RegiA?o Norte A� atA�pica e precisa de aA�A�es especA�ficas. a�?Temos dificuldade com comunicaA�A?o e logA�stica. Para chegar ao Campus EirunepA� sA?o necessA?rios 15 dias de navegaA�A?o. SA?o necessA?rios incentivos que fixem os servidores nestes locais mas, principalmente, que se compreenda o importante papel dos IFs nessas regiA�es como transformadores sociaisa�?, avalia.

Sobre a internacionalizaA�A?o, o grupo propA�e a criaA�A?o de uma polA�tica voltada aos IFs que atuam na fronteira, o fortalecimento das polA�ticas de internacionalizaA�A?o, a retomada do CiA?ncia sem Fronteiras, a definiA�A?o da nomenclatura das escolas de fronteiras, bem como as suas atribuiA�A�es, a retomada da implantaA�A?o do centro de Libras e a autorizaA�A?o da passagem de veA�culos oficiais pela fronteira como forma de fomentar as visitas tA�cnicas.

A�ngela Utzig, prA?-reitora de Desenvolvimento Institucional do Ifap, avalia como positivo esse espaA�o de debate e construA�A?o coletiva. a�?A� fundamental que a Rede se mostre como Rede e tenha atitude para defender a continuidade e a identidade deste projeto, que A� A?nicoa�?, diz.

VenA?ncio complementa dizendo que os eventos WFCP e Reditec 2016 se constituA�ram como um momento para discutir em Rede, compartilhar problemas comuns e, ainda, trocar experiA?ncias. a�?Ao gerar um documento final formalizamos as necessidades da Rede, essencial para que possamos debater as propostas no Conifa�?, finaliza.

RegiA?o Centro-Oeste

O Encontro Regional de gestores da RegiA?o Centro-Oeste foi realizado no auditA?rio Bacutia e reuniu dirigentes dos cinco Institutos Federais da regiA?o: BrasA�lia, Goiano, de GoiA?s, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Sob a coordenaA�A?o do reitor do Instituto Federal do Mato Grosso (IFMT), JosA� Bispo, a discussA?o foi iniciada com proposta de apoio A� mobilizaA�A?o no dia 29 de setembro para a defesa da Rede Federal e a proposiA�A?o de um movimento posterior de esclarecimento a servidores, alunos e comunidade em reuniA?o conjunta sobre as possA�veis consequA?ncias na instituiA�A?o da reformulaA�A?o do Ensino MA�dio e PEC 241. A proposta A� que seja realizada, no dia 5 de outubro, reuniA?o de cunho educativo com alunos, servidores e comunidade.

Os gestores propuseram a criaA�A?o de evento semelhante A� Reditec para a discussA?o de questA�es relacionadas exclusivamente ao Centro-Oeste. Para a formataA�A?o do evento foi criada comissA?o com participantes dos cinco IFs. a�?Evento regional pode promover a troca de experiA?ncias exitosas e possibilitar planejamento de aA�A�es e eventos conjuntosa�?, destaca o reitor do IFMT, JosA� Bispo.

Foi criada comissA?o para a discussA?o de parcerias entre instituiA�A�es visando fortalecer e institucionalizar a EducaA�A?o a DistA?ncia. A proposta visa identificar potencialidades e compartilhar a informaA�A?o para a oferta da modalidade de ensino nos cursos regulares e criaA�A?o de cursos compartilhados.

O grupo tambA�m definiu possibilidade de compras compartilhadas e decidiu promover reuniA?o de prA?-reitores de AdministraA�A?o no inA�cio de 2017, para a realizaA�A?o de triagem de itens que possam ser adquiridos de forma compartilhada. a�?A compra compartilhada nos permite adquirir materiais de forma mais barata, em funA�A?o da quantidade, e possibilita a economia de recursos humanos de nossas instituiA�A�esa��, explicou o prA?-reitor de AdministraA�A?o do IF Goiano, Claudecir GonA�ales.

theses meaning, purchase lioresal.

Para aA�A�es de internacionalizaA�A?o, a regiA?o Centro-Oeste acordou em buscar o aumento da interaA�A?o com empresas para internacionalizar os currA�culos dos cursos da Rede. AlA�m disso, foi sugerido o intercA?mbio de prA?ticas de gestA?o com outros paA�ses.

*Texto: AndrA� SimA�es, Denise Moreira, Greice Gomes, Gustavo Martins, Nicole Trevisol a�� Reditec e WFCP 2016.

**Fotos: DivulgaA�A?o Mosaico Imagem/Reditec e WFCP 2016.

Deixe uma resposta