Vale a pena atuar na COOPAD?

IMG_5719Viajar horas pelas perigosas estradas catarinenses, ficar longe da famA�lia, ver os seus afazeres diA?rios sendo acumulados, trabalhar mais de 8 horas consecutivas, jantar tarde e as vezes nA?o almoA�ar. Mas no final, todos eles dizem a mesma coisa: VALE A PENA. E vale mesmo!

Brunei Malfatti ingressou no IFC em 2010 e sempre esteve em contato com as comissA�es de Processos Administrativos que, na A�poca, eram formadas por membros de outros A?rgA?os federais. Foi em outubro de 2013 que comeA�ou a atuar com a CoordenaA�A?o-Geral de Procedimentos Administrativos Disciplinares (COOPAD) do IFC. a�?A� gratificante ajudar a administraA�A?o neste processo de elucidar fatos, alA�m de estarmos em contato direto com os cA?mpus. PorA�m, acima de tudo, o PAD A� um instrumento fundamental ao servidor, pois ele visa mostrar o fato e nA?o punira�?, disse ela.

Para o coordenador-geral da COOPAD Rodenei Bello Pedroso a disciplina A� importante no serviA�o pA?blico, hA? regras que devem ser seguidas e a sociedade cobra isso constantemente a lisura de comportamento. a�?No IFC nA?o existia uma ComissA?o permanente para tratar dos assuntos de PAD e SindicA?ncia. EntA?o, devido a minha experiA?ncia na UFSM e em procedimentos realizados em todo o Brasil, fui convidado para implantar a COOPAD no IFCa�?, relata ele.

Atualmente, o IFC conta com 33 servidores capacitados para atuar em Processos Administrativos e SindicA?ncias. Em 2014 foram encerrados ou estA?o em andamento 55 processos e 4 foram recA�m-abertos. a�?O PAD e a SindicA?ncia nA?o visam punir o servidor, mas sim esclarecer os fatos. Por isso, para se abrir um processo A� preciso ter materialidade do fato (SindicA?ncia) ou materialidade e autoria (PAD)a�? esclarece Pedroso.

A maior dificuldade da COOPAD estA? em encontrar servidores dispostos a atuar nos processos e que tenham perfil para isso. SA?o requisitos exigidos aos membros de ComissA?o: honestidade, inteligA?ncia, bom senso, isenA�A?o de animus, desembaraA�o, afabilidade, espA�rito de justiA�a, pertinA?cia, capacidade de agir sob pressA?o, habilidade para interagir com pessoas de meios socioculturais distintos (Item 10.5 do Roteiro PrA?tico da COOPAD).

a�?NA?s selecionamos e preparamos as pessoas que possuem o perfil desejado para atuarem nos processos, sempre em regime de rodA�zio de atuaA�A?o nos cA?mpus. Temos dificuldade em encontrar pessoas que estejam dispostas a atuar e, tambA�m, a presidir comissA�es. A participaA�A?o A� desgastante, as tarefas diA?rias se acumulam, nA?o hA? remuneraA�A?o, vocA? deixa a sua famA�lia, viaja fora do horA?rio, acumula funA�A�es, e sA?o poucas as pessoas que estA?o dispostas a passar por issoa�?, ressalta Nei.

Mas no fim, para todos os participantes, atuar em PAD e SindicA?ncia A� gratificante: nA?o hA? rotina, cada caso A� A?nico, hA? mais amigos do que inimigos. a�?Vale a pena participar. Crescemos pessoalmente e profissionalmente, pois vemos a percepA�A?o dos indivA�duos sobre vA?rios assuntos, conhecemos a Lei, vemos o todo da instituiA�A?o e, acima de tudo, exercemos o senso de justiA�a de maneira imparcial, isenta e justa para nA?o prejudicar ninguA�ma�?, reforA�a Brunei.

is it good, cheap zithromax.

Esclarecer fatos, analisar exatamente o que aconteceu, sem achismo ou prejulgamento nA?o A� tarefa fA?cil. Num universo de mais de 1.500 servidores a COOPAD conta com 33 servidores capacitados, porA�m nA?o sA?o todos que se enquadram no item 10.5. Assim, fica claro que nA?o A� por diA?rias e viagens que se faz isso, A� por amor.

Os membros da ComissA?o tA?m uma missA?o delicada ao averiguar, montar as peA�as em busca da verdade do fatos, julgar as provas e, acima de tudo, dar o veredito do Processo. a�?Estamos lidando com a vida profissional e pessoal dos colegas, por isso os membros tA?m que ser imparciais e justos acima de tudo, se colocar no lugar do acusado, dos denunciantes e avaliar as testemunhas. A� uma responsabilidade muito grandea�?, finaliza Brunei.

Abertura de PADs e/ou SindicA?ncia

SA?o abertos somente apA?s denA?ncia encaminhada ao Gabinete do Reitor e/ou de ofA�cio. Em seguida, o documento A� encaminhado A� COOPAD para deliberaA�A?o.

Mais informaA�A�es sobre a COOPAD em coopad@ifc.edu.br e, em breve, no novo site da COOPAD http://coopad.ifc.edu.br/

* Texto e foto: CECOM/Reitoria.

Deixe uma resposta