WFCP/Reditec: De Masi destaca a importA?ncia da formaA�A?o humanA�stica para o futuro da sociedade

_glr2910Foi com otimismo que o sociA?logo italiano Domenico De Masi, autor do conceito de A?cio criativo, falou sobre o futuro da humanidade durante a conferA?ncia a�?Perspectivas para a sociedade do sA�culo XXIa�?, que abriu a programaA�A?o deste sA?bado (24), no segundo dia do Congresso Mundial da FederaA�A?o dos Colleges e PolitA�cnicos (WFCP) e da 40A? ReuniA?o dos Dirigentes das InstituiA�A�es Federais de EducaA�A?o Profissional e TecnolA?gica (Reditec).

ApA?s fazer uma retrospectiva sobre as grandes revoluA�A�es que mudaram a economia, o trabalho e o desenvolvimento humano, De Masi pontuou as consequA?ncias do neoliberalismo para a sociedade e fez uma projeA�A?o dos frutos destas consequA?ncias para os prA?ximos 30 anos. a�?O neoliberalismo estimula uma desigualdade social crescente, que resulta na migraA�A?o em massa e no contraste entre as necessidades humanas e os recursos naturais, explorados como se fossem infinitos. Em 2030, seremos 8 bilhA�es de pessoas no mundo, com uma grande diferenA�a entre ricos e pobres. A China terA? os maiores bancos e concentraA�A?o de riqueza e a inteligA?ncia artificial serA? a marca do sA�culo XXIa�?, afirmou. Parece ruim, mas para o italiano, pode ser revertido.

Segundo De Masi, o progresso cientA�fico nA?o significa o fim da mA?o de obra humana. a�?A mA?quina pode realizar tarefas em grande escala, rapidamente, mas tem uma limitaA�A?o para ir alA�m do quantitativo, ao contrA?rio de nA?s. Estamos em um momento mA?gico em que podemos recuperar a importA?ncia do que A� qualitativo, coisas como gentileza e delicadeza, criatividade e cultura, que as mA?quinas nunca poderA?o nos dara�?, afirmou.

homework for you, purchase dapoxetine.

No A?mbito do meio ambiente, o italiano defende que a formaA�A?o humanA�stica pode mudar a maneira como o neoliberalismo direciona a exploraA�A?o dos recursos naturais. Da mesma forma, uma nova relaA�A?o com o trabalho e com o estudo tem potencial para reduzir o desemprego e incentivar o desenvolvimento social. A� o que ele chama de A?cio criativo.

a�?A sociedade vive de vencer desafios como a fome, o tA�dio e a morte, mas nA?o precisa fazA?-lo somente usando tecnologia. Somos a geraA�A?o da cultura e da criatividade. Temos que aprender a misturar trabalho, educaA�A?o e lazer, para que eles sejam exercitados o tempo todo, em ambientes diversos, pois nA?o sA?o atividades excludentes. Vejam, o que estamos fazendo agora? Trabalhando um pouco, aprendendo um pouco e nos divertindo tambA�m. Pelo menos, eu estou me divertindoa�?, completou, de forma bem humorada.

Reforma do Ensino MA�dio

_glr2916A par da atual situaA�A?o polA�tica do Brasil, Domenico De Masi criticou a exclusA?o das disciplinas de Filosofia, Sociologia, Artes e EducaA�A?o FA�sica do currA�culo obrigatA?rio do Ensino MA�dio. a�?A� uma loucura total, pois educar A� enriquecer a dimensA?o estA�tica e filosA?fica das coisas. Devemos ser os pioneiros da formaA�A?o humanA�stica; destruir isso A� assassinar a civilizaA�A?o. Precisamos ter cuidado com as polA�ticas perigosas que estA?o ameaA�ando o desenvolvimento intelectual nos paA�ses latino-americanosa�?, afirmou.

O posicionamento do intelectual italiano foi bem recebido pela plateia. Para a reitora do Instituto Federal Catarinense, SA?nia Fernandes, a�?a fala dele veio ao encontro do que se compreende como uma educaA�A?o integral da formaA�A?o humana, que transcende a dimensA?o apenas tA�cnica, especialmente nos espaA�os de formaA�A?o profissional como os Institutos Federais. Ficou claro para nA?s que escola deve se constituir como espaA�o de reflexA?o para que a humanidade se desenvolva de modo mais adequado, prezando pelo desenvolvimento sustentA?vel e por uma educaA�A?o estA�ticaa�?, avaliou.

Leia mais sobre o assunto na reportagem “Domenico De Masi ainda fez um convite A� sociedade: doar felicidade”

*Texto: Gabriela Lapa Teles Barbosa a�� WFCP/Reditec 2016.

**Fotos: DivulgaA�A?o Mosaico Imagem/Reditec e WFCP 2016.

Deixe uma resposta