Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Vivências de Alteridade em Araquari

alteridade1Considerando o Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência (comemorado no dia 21 de setembro), aproximadamente 160 estudantes, das turmas dos segundos anos do Ensino Médio Integrado do IFC – Câmpus Araquari (Cursos de Agropecuária, de Informática e de Química), vivenciaram atividades relativas à alteridade. Tais atividades foram trabalhadas conexas às temáticas da disciplina de Filosofia, em continuidade e aprofundamento dos conteúdos: Ética, Política e Direitos Humanos. As atividades vivenciadas foram as seguintes:

* Assistir a um filme curto sem som e tentar identificar a narrativa ou trama;

* Buscar e mostrar documento de identidade, carteira de estudante ou outro, com utilização de apenas uma mão. Para tanto, os destros só puderam utilizar a mão esquerda, e os canhotos só puderam utilizar a mão direita;

* Colocar a venda nos olhos e procurar caminhar no pátio da escola, com acompanhamento de guia ou não;

* Imobilizar as pernas e procurar locomover-se com muletas;

* Imobilizar as pernas e procurar locomover-se com a cadeira de rodas;

* Socializar síntese acerca das percepções e sensibilizações provocadas pelas vivências.

Os estudantes se mostraram motivados e sensibilizados ao vivenciar situações específicas relativas à audição, à visão, à fala e à mobilidade de membros superiores e inferiores. Ao serem inquiridos acerca de breve reflexão sobre as vivências, foram destacadas percepções diversas, e interpenetradas umas nas outras, tais como considerações acerca do novo, da dificuldade, do estranhamento, do diferente, do normal e do especial. Os materiais utilizados durante a vivência foram datashow, notebook, tiras de TNT preto, 2 cadeiras de rodas e 4 muletas.

* Texto e fotos: CECOM/Araquari.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Esta notícia foi editada na quarta-feira, 30 de setembro de 2015, às 14:53 pela Coordenação-Geral de Comunicação (Cecom).

Últimas notícias: